Sexta-feira, 7 de Janeiro de 2005

Quando Chove

semrosto.jpg


As coisas vulgares que há na vida não deixam saudade,
Só as lembranças que doem ou fazem sorrir,
Há gente que fica na historia, da historia da gente,
E outras de quem nem o nome lembramos ouvir.

É o que a divina musa Mariza celebra com sua voz celestial, num poema lindíssimo. Chuva.

Ora, meus caros amigos mortais. Estas palavras devem servir como linha orientadora da vida. Projecção para o futuro, pôr de lado as banalidades.
Lutar pelo que se deseja!
Bom inicio de Ano.


ad augusta per angusta
(Não se vence na vida sem lutas)


Fiquem bem,
publicado por Zeus às 14:17
link do post | comentar | favorito
|
15 comentários:
De Anónimo a 11 de Janeiro de 2005 às 14:44
Olá! Cada vez gosto mais do teu blog! Coisas interessantes ditas de maneira interessante. Continua. Beijocasmorgana
(http://www.whattalife.blogs.sapo.pt)
(mailto:as2114532@sapo.pt)


De Anónimo a 11 de Janeiro de 2005 às 01:08
"...pôr de lado as banalidades.
Lutar pelo que se deseja!" apesar de por vezes ser difícil, concordo plenamente! Bom 2005 p ti tb! ***
Novembro7
(http://www.botaquetem.blogs.sapo.pt)
(mailto:novembro7@sapo.pt)


De Anónimo a 10 de Janeiro de 2005 às 17:22
Caro Zeus. Que feliz a tua ideia de superação para atingir os fins. Sim, lutemos para a prossecução dos objectivos. Abandonemos a banalidade e a mediocridade que a sociedade incute nas nossas veias. Superemo-nos e alcancemos um degrau um pouco mais elevado...alcancemos a perfeição.

Que o Ano de 2005 sejo o ano da mudança e que a música nos ajude a alcançar os objectivos.

E que as asas da liberdade nunca percam uma pena.

Um abraço.

Aquiles.Aquiles
</a>
(mailto:cristovao.goncalves@shell.com)


De Anónimo a 10 de Janeiro de 2005 às 17:22
Caro Zeus. Que feliz a tua ideia de superação para atingir os fins. Sim, lutemos para a prossecução dos objectivos. Abandonemos a banalidade e a mediocridade que a sociedade incute nas nossas veias. Superemo-nos e alcancemos um degrau um pouco mais elevado...alcancemos a perfeição.

Que o Ano de 2005 sejo o ano da mudança e que a música nos ajude a alcançar os objectivos.

E que as asas da liberdade nunca percam uma pena.

Um abraço.

Aquiles.Aquiles
</a>
(mailto:cristovao.goncalves@shell.com)


De Anónimo a 10 de Janeiro de 2005 às 14:46
Mariza é realmente divinal...Carlos Tavares
(http://o-microbio.blogspot.com)
(mailto:carlos.roquegest@mail.telepac.pt)


De Anónimo a 10 de Janeiro de 2005 às 14:16
Nem mais! Lutar pelo que se deseja até ao fim!A Montellano
(http://chezmontellano.blogspot.com)
(mailto:)


De Anónimo a 10 de Janeiro de 2005 às 00:19
...e se a luta já vai longa...e o objectivo nem se avista...mate-se a gente...num caldeirão de água quente??? Pois , caro Zeus...hoje estou assim: céptica, deprimida, zangada, inconformada...a escolher uma vítima a quem ossa espetar dois pares de estalos bem assentes...tendes algum remédio para isso, vós, quetudo sabeis??? Jinho, BShell
(Sossegai...não sois vós a minha vítima...)blueshell
(http://blueshell.blogspot.com)
(mailto:sengelo@mail.pt)


De Anónimo a 8 de Janeiro de 2005 às 10:49
Os últimos tempos têm provado que a luta ainda não acabou.. :) Mas que seja feita com um sorriso.

Um excelente 2005!Pecola
(http://pecola.artedoengenho.net)
(mailto:pecola@netcabo.pt)


De Anónimo a 8 de Janeiro de 2005 às 01:01
bem ja tinha saudades de vir aqui a este cantinho
tem um bom 2005
fica bempatinhas
(http://aliberdadedeescrita.blogs.sapo.pt/)
(mailto:prcpf@latinmail.com)


De Anónimo a 7 de Janeiro de 2005 às 22:46
nem sabes como precisava ler isto. ja tava com saudadestrintapermanente
(http://malmenos.blogspot.com/)
(mailto:ola1970@sapo.pt)


Comentar post