Quinta-feira, 18 de Novembro de 2004

Arca de Noé

arcanoe.jpg

Todos os dias aprendemos algo. Por muito pouco perceptível que seja, ou nos pareça, todos os dias algo mais se junta à arca da aprendizagem.
Num dia normalissimo, daqueles que julgamos banal, corriqueiro, chato como o caraças, sem nos darmos conta, alguma informação, algo de novo ficou retido no cérebro. E a arca vai enchendo.
É uma capacidade maravilhosa que os mortais possuem, infelizmente muito poucos lhe dão importância.
Até ao final da sua vida, a acumulação de informação, de todos os níveis e aspectos, é igual ou superior a qualquer biblioteca bafienta.
Dai, a importância que devemos dar aos anciões, aos velhinhos, que muito têm para nos ensinar. Transmitir a informação aos descendentes, a passagem do testemunho. É isso que caracteriza as pessoas, que constrói personalidades e formas de estar.


disciplina, pauperibus divitiae, divitibus ornamentum, senibus oblectamentum
(O ensino é riqueza para os pobres, adorno para os ricos e distracção para os velhos)


Saudações para todos vós,
publicado por Zeus às 10:09
link do post | comentar | favorito
|
18 comentários:
De Anónimo a 13 de Janeiro de 2005 às 12:56
Na impossibilidade de agradecer olhos nos olhos a todas as pessoas com quem tanto aprendi, encarrego Zeus, de lá do Olimpo, enviar a todos eles um OBRIGADA, em especial a um grande homem que fisicamente viveu no século passado, mas no meu coração, na minha mente e no meu saber permanecerá eternamente. Ao meu avô Carlos, Zeus, por favor, diz-lhe um Obrigada muito especial. Raquel
</a>
(mailto:raquelc.soares@sapo.pt)


De Anónimo a 21 de Novembro de 2004 às 21:07
Só tenho pena que com tudo o que os mais idosos aprenderam na vida, com os sábios concelhos que eles nos podem dar, com o conhecimento eles nos podem transmitir, ainda haja muito boa gente que os deixe abandonados num lar, ou que por achar que eles nada sabem não ouvem a sua sabedoria...
Sou apologista de ser criado um dia para nos lembrarmos deles...Mancha Branca
(http://manchabranca.blogspot.com)
(mailto:olamanchabranca@sapo.pt)


De Anónimo a 20 de Novembro de 2004 às 19:23
Gostei especialmente deste texto... Adorei!FataMorgana
(http://fatamorgana.romanesca.com/blogger.html)
(mailto:backinavalon@yahoo.com)


De Anónimo a 20 de Novembro de 2004 às 15:48
Aqui obtem-se a VERDADE!...Não busqueis em mais lugar algum: Eis aqui!Jitoblueshell
(http://blueshell.blogspot.com)
(mailto:sengelo@mail.pt)


De Anónimo a 20 de Novembro de 2004 às 15:47
Poprra! Mas será que nem hoje consigo cá meter um raio dum comentário???whiteball
(http://www.mocho.weblog.com.pt)
(mailto:isabelsmartins@netvisao.pt)


De Anónimo a 19 de Novembro de 2004 às 21:06
É a memoria que nos dá vida.Nuvem
(http://diariodumassistente.bolgspot.com)
(mailto:ola1970@sapo.pt)


De Anónimo a 19 de Novembro de 2004 às 18:51
Todos os minutos da nossa existência são um acumular de experiências... Gostei.polittikus
(http://polittikus.blogspot.com)
(mailto:pp@sapo.pt)


De Anónimo a 19 de Novembro de 2004 às 18:11
mas infelizmente nos dias de hoje não se dá valor nenhum ao saber dos mais antigos e dos anciãos. beijinhossonia
(http://horasnegras.blogspot.com)
(mailto:soniadealmeida@sapo.pt)


De Anónimo a 19 de Novembro de 2004 às 14:54
Sim, Zeus. Todos os dias aprendemos algo, basta que estajamos disponiveis e atentos para essa aprendizagem. A vida por si só já uma aprendizagem! Beijos. Tem um fim de semana feliz!Maria Branco
(http://cumplicidadespartilhadas.blogspot.com)
(mailto:branco_maria@hotmail.com)


De Anónimo a 18 de Novembro de 2004 às 22:53
{ ... idade de [velho] neste europeu [gasto] […] sei de [douto] longe oriente [sábio] © de[mente] ... }{ abraço }de[mente]
(http://www.mgrande.com/weblog/index.php/luzdetecto)
(mailto:luzdetecto@sapo.pt)


Comentar post