Terça-feira, 2 de Novembro de 2004

Tudo isto é sexo

penseur.jpg

É sabido, e consensual, que a nossa sociedade (em termo lacto) muito deve aos pensadores e filósofos que através dos seus pensamentos criaram e desenvolveram teorias do comportamento humano, ciência etc e tal.
É importante lembra-los (aos pensadores) e agradecer-lhes o caminho seguido desde então. A sua contribuição para a humanidade é inequívoca e essencial para o desenvolvimento.

De entre muitos, destaco hoje, aquele, que persistentemente, duma forma quase obstinada pensa e desespera, desde os primórdios dos tempos, aquando a criação do ser mortal humano.
A pilinha!
Vive acoplada (normalmente) aos mortais machos. Escondida no seu recanto conspira diariamente tentando desenfreadamente encontrar formas de encontrar o motivo dos seus pensamentos. Seja noite ou dia, freneticamente, é ele! O pipi!. Sim, o pipi é a obstinação, o desespero de toda a pilinha (mais uma vez generalizo).
Desde o seu nascimento até à sua morte uma uma ideia, um pensamento obstinado consome-lhe a energia. O âmago da sua existência.
Pode parecer ridiculo (e é) mas se pensarem um pouco chegarão à mesma conclusão.
Toda a pilinha procura um pipi e vice versa.
Quando se encontram, estão em casa.

Afinal, tudo isto é sexo.


quot capita, tot sensus
(quantas cabeças, tantas sentenças)


Saudações para todos vós,
publicado por Zeus às 11:28
link do post | comentar | favorito
|
9 comentários:
De Anónimo a 22 de Novembro de 2005 às 01:28
Pensar com a pilinha é o calcanhar de Aquiles do homem comum!julius cesar
</a>
(mailto:)


De Anónimo a 4 de Novembro de 2004 às 23:28
Hoje em dia as pilinhas procuram também outras pilinhas e não pipis... São os costumes assumidos dos tempos modernos :)betty
(http://desfolhada.blogspot.com)
(mailto:ferreiraelisabete@hotmail.com)


De Anónimo a 3 de Novembro de 2004 às 12:07
Tudo isto é sexo e a certeza convicta de que nao poderemos viver, nenhum de nos num solipsismo que so nos faz tornarmo nos menos humanos, menos sexuais, menos em busca do outro e dakilo que somos!vampiria
(http://satanlandia.blogs.sapo.pt)
(mailto:velvetdarknesstheyfear@iol.pt)


De Anónimo a 3 de Novembro de 2004 às 11:38
Isso tudo e muito mais é feito com amor. Compreendo o teu pensamento. És um 'freudiano'.
Diz-me como é que se adiciona este link para colocar no meu. Sou um bocado bronco nesta matériaEFB
(http://asescondidas.blogs.sapo.pt/)
(mailto:dreamingods@hotmail.com)


De Anónimo a 3 de Novembro de 2004 às 11:23
Zeus, é tal e qual, sem tirar nem pôr!Montellano
</a>
(mailto:)


De Anónimo a 2 de Novembro de 2004 às 18:34
generalizado, mas cada vez mais generalizado infelizmente. beijossofia
(http://culturajovem.blogs.sapo.pt)
(mailto:omeublog1@hotmail.com)


De Anónimo a 2 de Novembro de 2004 às 17:59
Generalizas e fazes muito bem. That's the story of men and women...Nuvem
(http://diariodumospedeira.blogspot.com)
(mailto:ola1970@sapo.pt)


De Anónimo a 2 de Novembro de 2004 às 16:49
Quase que parece um post do desaparecido "O meu pipi"... :-))Carlos Tavares
(http://o-microbio.blogspot.com)
(mailto:carlos.roquegest@mail.telepac.pt)


De Anónimo a 2 de Novembro de 2004 às 13:20
... tudo isto é fado! :-)trintapermanente
(http://equilibrioinstavel.blogspot.com)
(mailto:ola1970@sapo.pt)


Comentar post