Terça-feira, 14 de Setembro de 2004

Uma beca de bué

interrogacao.jpg


Ao longo da sua evolução, desde os primórdios dos tempos, os mortais humanos foram descobrindo pequenas coisas, simples modificações, de comportamento, ou de atitude que fizeram com certeza a diferença na evolução da escala animal.
Como é obvio, eles (os mortais humanos) já estavam predispostos a estas evoluções, foi só uma questão de as começarem a utilizar. Uma delas foi a linguagem, o poder da comunicação através da fala, ou de gestos.
E a linguagem não parou de evoluir até ao tempo actual. E assim deverá continuar.
Um dos grandes responsáveis por tais “evoluções” são, sem dúvida, os jovens mortais. Eles contribuíram para um “enriquecimento” do nosso vocabulário. Neste momento, sinceramente, não sei se estou a ser irónico, ou talvez não.
O “bué” (muito), a “beca” (menos que muito), o “coche” (um bocadinho). Por acaso interrogo-me..em termos de quantidade o que vale mais? Uma “beca” ou um “coche”? uma “beca” de pão será menos que um “coche”? bom..adiante, o “cota” (ancião), o “fixe” (porreiro), etc e tal. Todas estas expressões vão proliferando cada vez mais, surgindo do nada, ou da imaginação de alguns. E que fácil que é inventar, ou criar novas expressões. Um “xiribiti” (menos que uma “beca” e um “coche”, uma quantidade ínfima); um “zenaite” (esta então é espectacular...acho que pode bem ser...um chilique), um “ritumtum” (ao critério de cada um) e por ai fora.

Resta-nos a nós, e a vós, mais velhos, adaptarem-se à evolução constante.



ab absurdo
(Partindo do absurdo)



Fiquem "bué" da bem,
publicado por Zeus às 11:08
link do post | comentar | favorito
|
17 comentários:
De Anónimo a 17 de Setembro de 2004 às 11:36
é a evolução inevitável. E temos é de tentar acompanhá-la, pois caso contrário...seremos 1s out siders..bibila1
(http://www.celebridades.blogs.sapo.pt)
(mailto:bibila1@sapo.pt)


De Anónimo a 15 de Setembro de 2004 às 21:06
Muito sinceramente custa-me pensar que a utilização e a adopção destes termos seja chamada de evolução... Mas enfim... Modernices....Maria Branco
(http://cumplicidadespartilhadas.blogspot.com)
(mailto:branco_maria@hotmail.com)


De Anónimo a 15 de Setembro de 2004 às 13:57
Ganda cena! Tá bueda baril, man :D Dá-lhe com força e fica bem!Hugo
(http://embriaguezdametamorfose.blogspot.com)
(mailto:h30madeira@hotmail.com)


De Anónimo a 15 de Setembro de 2004 às 12:12
A evolução só nos faz bem!! Temos de de estar sempre atentos, o que por vezes não existe é disponibilidade para tal!! Voos docesBorboleta
(http://devaneiosconstantes.blogs.sapo.pt)
(mailto:devaneiosocnstantes@sapo.pt)


De Anónimo a 15 de Setembro de 2004 às 10:23
há muitas que também acho desprovidas de sentido...mas há outras que adoptamos sem sequer perceber.....inconfidente
(http://inconfidencias.blogs.sapo.pt)
(mailto:inconfidencias@sapo.pt)


De Anónimo a 15 de Setembro de 2004 às 10:12
Eu própria do alto dos meus 25 aninhos detesto essas expresões. Nunca as uso!! Blearccccc... :s Recuso-me!Raquel
(http://omeulivrodopo.blogspot.com)
(mailto:kelinhacls@hotmail.com)


De Anónimo a 14 de Setembro de 2004 às 23:08
Bué da nice, meu! Aguenta aí um coche que eu já volto! ;)(Isto ainda consigo suportar mas,aquelas palavras cheias de "x" e K" das mensagens e afins, irritam-me profundamente! )MWoman
(http://devaneio.blogs.sapo.pt/)
(mailto:siilvam@hotmail.com)


De Anónimo a 14 de Setembro de 2004 às 22:12
Este teu belogue é uma cenaita altamente, meu. Sabias que te curto bué? Tásse!LolaViola
(http://levementerotico.blogspot.com/)
(mailto:violeta_2002@mail.pt)


De Anónimo a 14 de Setembro de 2004 às 17:48
Apenas quando é necessário...fazm1blog
</a>
(mailto:)


De Anónimo a 14 de Setembro de 2004 às 17:04
Olha... o fazm1blog deu à costa...Montellano
</a>
(mailto:)


Comentar post