Sexta-feira, 9 de Julho de 2004

Trinta e Tais

A doce TrintaPermanente (Equilibrio Instável) enviou para o Olimpo a imagem e prosa que se seguem. Fala da vida de muitos mortais hoje em dia. A geração dos setenta, que tem agora trinta e tais. É uma realidade para muitos, leiam com atenção.

solidao.jpg

Muita gente inveja a vida de solteira(o), mas...eis o que a povoa:

- A SEDUÇÃO foi substituída pelo ENGATE (versão acelerada da sedução sem o encantamento).
Demonstra-se um interesse "relativo" e tenta-se perceber rapidamente se se é
correspondido, sem grandes envolvimentos e riscos.
Já ninguém "paga para ver", ou a coisa é explicita ou, sinais- quem quer saber
deles?
Vive-se a típica aproximação: conhecimento-jantar-cinema ou praia- eventualmente mais um café (uns SMS pelo meio) e...Consequência: inicio
de um relacionamento sem tempo para saborearmos os momentos sedutores, sem deixar nascer o desejo, sem saber se é aquilo que queremos.
- A ATRACÇAO; consome-se de imediato, sem muito a acrescentar, é o que é, e o que vier a mais é pura coincidência.
-OS DESENCONTROS, insistimos em gostar da pessoa errada. E quando finalmente alguém nos deseja, questionamo-nos; porque é que se interessou se outros não o fizeram? Terá algum defeito gravíssimo? Será que ninguém lhe pega? Andará desesperada?
Rejeitamo-la, como se fosse estranhíssimo alguém se interessar por nós.

Não queremos admitir que nos tornámos numas pessoa descrentes, amarguradas, cheias de medos e fantasmas e com baixa auto-estima.
Continuamos a nossa vidinha com a confortável ideia de que nos aparecem pessoas certas na altura errada ou pessoas erradas na altura certa.
Vivemos, assim num estado de falhanço permanente, sem coragem para gostar de quem gosta de nós!

Obviamente que ha um lado irónico e exagerado neste meu comentário, mas dá que pensar n dá?

Agora pergunto:- Quem é que inveja os solteiros?

non ducor, duco
(Não sou conduzido, conduzo)


O som hoje é ousado e provoca “desequilíbrios” no mais “equilibrado” dos mortais, “Jamie O'Neal”, “All By Myself”


Um óptimo fim semana para todos vós, aproveitem que agora é que elas estão boas...as sardinhas!
publicado por Zeus às 09:22
link do post | comentar | favorito
|
28 comentários:
De Anónimo a 13 de Julho de 2004 às 15:13
Salve, Grande Senhor do Olimpo! Fiquei aqui, pensando com os meus botões no texto da sua amiga. Acho que não dá para generalizar. Concordo que muito da felicidade se encontra num relacionamento estável e pleno de amor. Mas, o sinônimo disso não é necessariamente, o casamento. Ser casado, não significa ter um relacionamento feliz. Muitos casados vivem uma vida miserável com seus parceiros. E, muitas vezes uma pessoas solteira pode se encontrar em totoal harmonia consigo mesma e com a própria vida. Conheço uma pessoa que diz: que, quem não sabe viver sozinho, não sabe viver junto. Acho que ela tem razão, as duas coisas exigem maturidade. E muito da frustração no amor que existe nessa geração, vem exatamente do fato de achar que, a felicidade está numa coisa ou em outra. Quando na verdade, ela está em nós.Nazir Zaied
(http://nazirzaied.blogs.sapo.pt)
(mailto:nazir_zaied@yahoo.com.br)


De Anónimo a 12 de Julho de 2004 às 06:09
meu como teu blog é podre!isso mostra como os portugueses são metidos!nisso q da eu ver blog estrangero, é isso mesmo mano !brasileira na area!ñ sei como vc se compara com zeus, pra falar a verdade ele nunca existiu, hahahahahaha!!!!!BRASIl!!!!PENTA mano, e mais uma frasezinha q vc ñ vai entender nada "Br'Oz na cabeça"!!! Ah muleke!!!!amo eles. (Br'Oz é um grupo musical do Brasil, eles são tão lindos)caso queira saber mais deles é só acessar www.seguidorasporamor.blogger.com.br xau!ñ conto!
</a>
(mailto:thatapvh@ibest.com.br)


De Anónimo a 12 de Julho de 2004 às 05:41
Hola Zeus!! gracias por visitarme!! :)
Saludos de Monterrey, México!(¯`¤GRECIA¤´¯)
(http://www.cbeagrecia.com)
(mailto:cbeagrecia@hotmail.com)


De Anónimo a 11 de Julho de 2004 às 22:08
Mais uma vez obrigada pelos vossos comentarios. Podem-me encontrar aqui:trintapermanente
(http://equilibrioinstavel.blogspot.com)
(mailto:)


De Anónimo a 11 de Julho de 2004 às 20:10
LOL eu não! Que texto fabuloso!! Nem acho assim tão "irónico exagerado", sabes? Prezo muito os jogos de sedução entre mim e o meu Cavaleiro... mas tenho gente de quem gosto metida nesses áridos processos de engate que descreveste tão bem :( FataMorgana
(http://fatamorgana.romanesca.com/blogger.html)
(mailto:backinavalon@yahoo.com)


De Anónimo a 11 de Julho de 2004 às 17:39
NEM DE propósito: HOJE FAÇO ANOS DE CASADA!hehehehhhwhiteball
(http://mocho.weblog.com.pt)
(mailto:misabel@mail.prof2000.pt)


De Anónimo a 11 de Julho de 2004 às 03:19
Sem duvida alguma,da que pensar!Não acho o comentario nada exagerado,mas sim, totalmente correcto!Assino por baixo todas as palavras,todas as virgulas!Sedução é um conceito que hoje em dia é raramente aplicado ao passo que o mais vulgar de todos se tornou um habito:o engate!A magia deu lugar a vulgaridade e a baixa-estima passou a ser uma constante dos solteiros!felizmente,ha sempre excepçoes que confirmam a regra!Parabens pelo texto e pelo blog!Esta mto giro!Ritinha
(http://www.theplaygirlmansion.blogspot.com)
(mailto:ritinhasampaio@netcabo.pt)


De Anónimo a 11 de Julho de 2004 às 01:00
Basta amar... e sorrir sempre que acordamos vivos :-)atuaLolita
(http://levementerotico.blogs.sapo.pt/)
(mailto:violeta_2002@mail.pt)


De Anónimo a 10 de Julho de 2004 às 14:55
Sou casada e o k sinto saudade dos meus tempos de solteira era o tempo disponivel k tinha so' para mim, agora com a filha fica impossivel...detesto sardinhas!!ehehehTULIPA
(http://WWW.TORRAODEACUCAR.BLOGS.SAPO.PT)
(mailto:ISARI1@SAPO.PT)


De Anónimo a 10 de Julho de 2004 às 13:17
Sou do clube dos casados, e mesmo no casamento todo o amor e paixao inicial desaparecem quando nascem os filhos. Não é so por ser solteiro que as coisas acontecem ou nao... mas é um modo de vista.
[[]] passei por ca e gostei
Mancha Branca
(http://manchabranca.blogspot.com)
(mailto:olamanchabranca@sapo.pt)


Comentar post