Sexta-feira, 21 de Maio de 2004

Velocidade Vertiginosa

A Robina, musa do “Bosque da Robina”, o qual aconselho uma visita dos meus caros mortais (está linkado ai ao lado) enviou a foto que se segue;

caracol1.jpg


Dissertação merecida e aqui vai;

Quando eu era puto, e não foi há muito tempo (se é que ainda não o sou), ora vejamos...o filho do meu concorrente mais directo eternizou-se com a idade que todos conhecem, eu já passei esses e mais um, de vida terrena como é obvio.., bom mas voltando à prosa, quando eu era puto jogava ao pião na rua com os meus amigos predilectos, jogávamos também ao espeta (nada tem de sexual, não pensem) ao carolo (berlindes) e fazíamos casas nas árvores. Bem..., é claro que de vez em quando também fazíamos umas batalhas..os putos da rua de baixo (onde eu habitava) contra os putos da rua de cima (os nossos inimigos), à parte duma ou outra cabeça partida divertiamo-nos à grande e inventávamos brincadeiras e brinquedos para passar o tempo.

Hoje, olho para o meu sobrinho de sete anos, que religiosamente guarda o pião do tio pré-histórico e o mostra aos putos seus amigos como no passado os miúdos da idade dele brincavam, e admiro-me imenso quando ele pergunta ao tio onde está o botão..e o visor..e onde se carrega...e que raio de brinquedo é aquele sem cor, com uma forma esquisita.
Pois é...hoje em dia os miúdos querem é consolas e jogos de computador e jogos de telemóvel e adoram estar em casa sentados em frente à televisão a ver aqueles bonecos animados que os orientais nos enviam como setas flamejantes...É um facto que um puto de sete ou oito anos hoje em dia é capaz de pegar num computador e trabalhar nele como um adulto, mas onde está aquela inocência e imaginação que eu não há muito tempo tinha que utilizar para me divertir com os meus amigos? Mas será isso errado? Ou fruto dos nossos tempos?
É...o mundo actualmente evolui a uma velocidade vertiginosa e muitas vezes não nos apercebemos que devíamos parar, abrandar e tentar compreender melhor este rompante de novidades e tecnologias que assolam os mortais, colocar-nos aos lado dos mais jovens, tentar compreende-los e marcarmos o mesmo passo.

Dissertação feita, desejo-vos meus caros mortais, um óptimo fim semana e divirtam-se à fartazana! Parem de trabalhar, e se possível não façam nada, como diz o fulano que ando a ler de momento;

Parar é uma técnica simples e fácil de “não fazer nada”, na medida do possível, durante um determinado período de tempo (um segundo ou um mês), para recordarmos quem somos e conseguirmos prosseguir de uma forma mais calma e perspectividade.
“David Kundtz”


Hoje a música é livre e oiçam o que vos faz sentir bem!
publicado por Zeus às 15:01
link do post | comentar | favorito
|
30 comentários:
De Anónimo a 24 de Maio de 2004 às 22:08
Tens razão. Hoje vive-se a uma velocidade vertiginosa de tal maneira que se o hoje já é amanhã e qualquer dia a palavra hoje deixa de existir. É tudo tão fácil para eles que se não os acompanhamos desde a nascença, nunca mais os apanhamos. A nossa imaginação virou atenção. Bjs amita
(http://brancoepreto.blogs.sapo.pt)
(mailto:amitaf324@hotmail.com)


De Anónimo a 24 de Maio de 2004 às 05:28
Pelo excelente blogue:


Perguntei ao céu onde estava o medo
Se na beleza ou nessa habilidade
De usar a palavra como um segredo
Como fazem homens e Xerazade.
Pediu-me depois que apontasse o dedo
E então soltasse a áurea autoridade,
P'ra que a beleza pudesse nascer,
Com as palavras belas a crescer.


albertovelasquez.blogspot.com
Velasquez
(http://albertovelasquez.blogspot.com)
(mailto:tiagonene@iol.pt)


De Anónimo a 23 de Maio de 2004 às 23:09
As crianças crescem como os dias... luisa
(http://http//barbaraciliano.blogspot.com)
(mailto:barbaraciliano@hotmail.com)


De Anónimo a 23 de Maio de 2004 às 16:32
cresci ou fui obrigada tao de rompante a crescer qd quiz ser apenas criança e hoje quero la voltar e fazer de novo as coisas q nao pude ou que me souberam a tao pouco... mas os nossos filhos correm hoje para ser adultos perdendo a sua melhor capacidade de sonhar... pois somos nos que com tudo o que fazemos para eles para compensar tudo o q deixamos de fazer qeu os levamos a matar a inocencia de ser simplesmente crianças beijocas Zeus E vê se olhas os teus e os nossos filhos ai do olimpo para que nao deixem de sonhar obrigado pela prenda ao teu sobrinho ele será deecrto um bom sonhador ;)SonhoDeAnjo
(http://tempo.blogs.sapo.pt)
(mailto:soniapereiraa@hotmail.com)


De Anónimo a 23 de Maio de 2004 às 15:00
OIxx adorei o teu post :) axo k o causa dos miudos de agora ja n seem taum inocentes como antes e brinkarem mais com consolas do k kom berlindes deve.s ao tempo em si e tb aos pais.. pk n os habituam a brinkar como as crianças brinkavam antes.. agora oferecem é consolas, poe.nos a frente da tv montes de tempo, e axam k as crianças ja saum adultas e tratam.nas como se foxem.. como a historia do pai natal.. antigamente tds acreditavam no pai natal e agora kem acredita? saum raros os k acreditam.. isto pk os pais já n sabem guardar segredos nem deixam a magia dexa epoca paxar pelos seus filhos.. axam k eles saum adulktos e educam.nos como tal.. enfim.. os tempos mudam.. as mentaliaddes mudam e a forma de educaçao muda infelixmente.. axo k a magia de ser criança n deveria ser tirada pk saum os melhores tempos.. agora olhga para trax e recodro comm ts saudades e felicidades pela minha infancia.. coisa k n sei se as criançlas de agora poderao faxer .. beijos * * * kikinha
(http://www.pukanina.blogs.sapo.pt)
(mailto:dreamamazonia@hotmail.com)


De Anónimo a 23 de Maio de 2004 às 10:57
O tempo passa.. E os ídolos passam de alma em alma.Pecola
(http://pecola.blogspot.com)
(mailto:pecola@netcabo.pt)


De Anónimo a 23 de Maio de 2004 às 10:05
Obrigado por tu comentario en mi blog. Siento no saber portugués aunque quizá me entiendas (como yo he entendido bastante de tu acertado post). Yo tube la suerte de ser una "criança" con poca tv y pocos videojuegos hasta hace poco, y me siento más de una vez identificado con lo que ha escrito.Solid
(http://solidamente.blogspot.com)
(mailto:)


De Anónimo a 23 de Maio de 2004 às 04:14
Hummm olha digo-te uma coisa tenhu muita pena do putos hj em dia que são desde pekenos controlados pela tecnologia...n sabem o que é ter i9maginação...amigos, cabeças partidas, arranhoes...isso sim é a verdadeira infância...cada vez mais os putos se isolam a frente de ecrans, quer seja pc, ou tv...sem vontade pp consomem td akilo que lhe dão...onse está a piada disso???? eu orgulho-me de ter nascido numa alturah em que as crinças, ainda eram crianças em que os desenhos animados eram os pekenos oneis, os ursinhos carinhosos, o marco e a heide e o magnifikuh TOM SAWYER!!! isso sim...enfim...velocidade do mundo??? stress, confusão??? n é pa mim...!!!*jinhus grandes*pam_morrison
(http://www.freak.blogs.sapo.pt)
(mailto:pam_morrison@iol.pt)


De Anónimo a 22 de Maio de 2004 às 20:05
Com esta evolução... perde-se a capacidade de imaginar de sonhar... e isso é realmente uma pena.. Gostei muito do teu postMaria
(http://coisassimples.blogs.sapo.pt)
(mailto:branco_maria@hotmail.com)


De Anónimo a 22 de Maio de 2004 às 19:26
Gostei da tua dissertação de hoje. Propus ao meu filho uma troca. Ele dá-me o portátil e eu dou-lhe um pião. Não foi na conversa. Por isso estou a escrever este comentário a partir do pião mesmo.
:-) Um beijo enorme para aí. atuaLolita
(http://levementerotico.blogs.sapo.pt/)
(mailto:violeta_2002@mail.pt)


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


.posts recentes

. Emoções

. Melhor Mãe do Mundo

. Cavatina

. Espelho

. Devotos

. Mas...

. Renascer

. Regras do Jogo

. Os nossos pensamentos

. Caminhos

.arquivos

. Outubro 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds