Segunda-feira, 6 de Junho de 2005

La vie en rose

La_vie_en_rose__klein.jpg


Injustiças sempre existiram e continuarão a existir. É assim, faz parte da condição humana. Deliberadamente ou duma forma inconsciente os mortais passam a vida a prejudicar-se mutuamente. Directa ou indirectamente não existe um único ser humano que ao longo da sua vida não tenha, ou venha, a prejudicar alguém. A cometer uma injustiça relativamente a esta ou aquela pessoa. Conhecido ou desconhecido.
É tarefa dos prejudicados não passarem a vida a lamentarem-se do seu infortúnio. É por isso que tive uma ideia meus caros amigos. Melhor ainda, acho que descobri a pólvora!

Embebido em meus pensamentos sobre crises e politiquices destes e daqueles, lembrei-me de algo muito simples e eficaz! Ora vejam; está provado que o nosso país tem vindo a ser mal governado ao longo de todos estes anos de existência democrática. Por este ou aquele motivo todos os Srs. Ministros da Finanças provaram a sua ineficácia no que respeita à gestão das economias e finanças conduzindo o país ao lamentável estado actual. Pois bem, está na hora de assumirmos a mediocridade actual.
Tal como em algumas empresas publicas que deram prejuízos durante uma série de anos até ao dia em que se teve a coragem para ir buscar alguém de fora, um gestor conceituado, reputado, vide caso da Tap, que transformou uma empresa em muito mau estado e a caminhar para a falência, naquilo que é hoje.
Pague-se a alguém competente de fora, pague-se bem, muito bem, mas alguém que saiba, que ponha as finanças do país em ordem duma vez por todas! Alguém sem cor políticas, sem influencias deste ou daquele grupo, sem pressões, alguém que não entre neste corrupio de intrigas. Enfim, alguém isento!


Gaudemus parili cunctos examine pendi, nec volumus parili nos cohibere libra
(Agrada-nos avaliar a todos com igual critério, mas não queremos ser avaliados na mesma balança)


Fiquem bem,
publicado por Zeus às 11:30
link do post | comentar | favorito
|
14 comentários:
De Anónimo a 15 de Julho de 2005 às 20:50
A carta da liberdade das mulheres

The feminist letter and the criticize of the truth hypocrisy of feminism

La carte de femmes e la critique de la hipocriy feministe et la verite du feminisme hipocrit



The follow text it is written in Portuguese please translate in a translator web site service or just send me by e-mail the request for it.

Le texte ensuite c’est écrit dans portuguais, traduir se vou plais, dans un tradutor serviçe site á travers de l’internet ou simplesment envoyais un e-mail demande pur tel.


É uma carta em retaliação ao que foi dito pelo bispo do Vaticano em 2004, o qual camuflada tal ideia em tempo e contudo, é uma hipocrisia retaliativa e discriminatória sexualmente e desigual…

O feminismo que é constituído por mulheres e tem algum homem dentro de tal devido a obrigação ou pressão ou lavagem cerebral, não existe isenção sexual ou se da ideai é meramente hipócrita, pretende criar estereótipos sexista e expandir ou difundir e persuadir essencialmente mulheres para que pressionem os homens com cargos relevantes e a própria sociedade…

É sofista dizem que querem acabar com a intolerância, exploração, violência e demais contra as mulheres se estão fazem o mesmo e o mesmo é feito para toda a gente sem discriminação sexual, é hipócrita e incoerente estas defenderem tais pressupostos apenas para as mulheres e não também para os homens ou toda a gente, é hipócrita esta indirectamente ou directamente, hipocritamente ou não serem cúmplices em crimes contra o sexo masculino e serem autoras ou co-autoras…A maioria do que é criticado contra o sexo masculino é o que estas fazem ou instigam e reiteram, sendo tal todas as criticas feitas por as próprias e ou sejam equiparáveis mas manifestadas por outros modos e sob outras vias mais discretas…

E hipócrita, sádico fazer tais acções de marketing feminista de modo violento ou extremista e demagógico para que mentem menos estáveis de mulheres e alguns homens ingénuos ou psicóticos, reiteram tais ideias, hiper-sensibilizam, hiper-dramatizam e hajam anti-eticamente…

Em Portugal os homens são discriminados sexualmente em vários âmbitos, por exemplo no acesso a serviços de saúde sexual, como andrologia e urologia, seja em qualidade, quantidade e gratuitidade, um dos outros casos são as doenças oncológicas do foro andrológico e urológico ou sexual, que têm pouca oferta de rastreio e gratuitidade…

As mulheres de partidos sexistas como o bloco de esquerda, mulheres do PS forçam histericamente, falaciosamente, psicologicamente e demagogicamente o estado e ou governo a que sejam ou tomem atitudes feministas...

O feminismo hipócrita tenta instigar ao máximo mediante pressão social por meio da comunicação social de modo a dramatizar os crimes sexistas, como violação, violência e demais as quais hipocritamente ou exageradamente se queixam de modo a tentar dramatizar mais do que homicídio e ate instigar como se tratasse de um homicídio ou ofensa corporal, visto que muito nem existe agressão, isto para instigar a penalização ainda mais que os homicídios e fazer com que muitas mulheres retaliem em serviços e demais se poderem homens que são suspeitos ou acusados, inocentes ou não, o qual na realidade, numa maneira geral (95% aproximadamente) estas agem em cumplicidade feminista e sexista, pelo menos hipocritamente…

As discriminações anti-masculinas em revistas feministas como «gente jovem» e demais elementos da comunicação social ou mass media, o qual é constituído por grande parte por mulheres, muitas androginistas, feministas e com ligações a redes feministas que tentam bombardear por tudo e por nada a comunicação social com noticias sexistas feministas, de maneira geral como vitimização (embora sejam hipócritas e falaciosas em maioria), bem como restrição de vitimização masculina e elogios…

Sandra Bullock diz que os homens com aspecto inocentes são aqueles que maltratam as mulheres (reiterado pela revista), a hipocrisia desta feminista radical e ou hipócrita, a qual falaciosamente deturpa tal para instigar a discriminação jurídica e sexual anti-masculina, o qual tal é refutado, todos têm direito a se defenderem e se um cônjuge ou companheiro é agredido psicologicamente e ou fisicamente passivo não deve dar confianças ou demonstrar estar intimidado, caso assim da mais confiança e esta abusa, alem de este ter direito a resistência a objecção e critica, a cometer acto ilícito por necessidade justificante e demais direitos, liberdades e garantias o qual tem direito e esta hipocritamente e ilicitamente mas sociavelmente aceite por pressão e deturpação bem conspirada de grupos feministas que em vez de trabalharem para um bem-estar geral apenas trabalham para si e para um bem-estar apenas particular…

Os desportistas (em particular e apenas os futebolistas) são discriminados e coagidos pelo feminismo, o qual depois são favorecidas por jogadores famosos como o Luís Figo, Ronaldo, a vítimas de minas e para mulheres de zonas rurais, instigado pela mulher do presidente da república de Angola, o qual é uma autentica incoerência e hipocrisia haver muitas mulheres que discriminam o futebol por haver qualitativamente e quantitativamente poucas mulheres futebolistas, sendo então discriminado, o qual não é feito por o género masculino o contrario, infelizmente, ou não é desmentido e percepcionado, e vem para a comunicação social dizerem ou instigar ideias são feitos e patrocinados por o estado campos de futebol e para outras coisas essenciais não, mas se tivesse mulheres futebolistas, ou se comparar a piscinas, ginásios, e demais actividade com grande participação desportiva feminina estas nem mencionavam, alem de outra questão a industria de futebol da muito mais produtividade de que o resto e portanto é um investimento bem feito, alem de publicitar mundialmente o pais, o qual não exploram o estado e não corrompem o estado jurídico, social, económico e psico-social como o feminismo faz, embora indirectamente…

As verdades ditas sobre o feminismo são logo retaliadas e demonstradas ira, ou indignação, isto demonstra que de facto é verdade, embora que pode não ser mundialmente e regionalmente generalizado…

Em França, assim em países que são considerados mais liberais, existe muitas mulheres que ganham muito mais do que os homens os provocam, em funções iguais e de estereotipo feminino, tenho conhecimento de alguns casos em que as mulheres que são chefes de limpeza ganham mais e os homens, geralmente árabes são discriminados, ganhando menos e fazendo as tarefas seja qualitativamente e quantitativamente…
A maioria das discriminações contra o sexo masculino é abafada, por mulheres e negligenciadas por a maioria dos homens, ou posta em comparação sob especulações ou induções, de modo a não instigar instabilidade sexista na sociedade, mediante retaliação e cumplicidade feminista…


As mulheres que fazem revistas feministas, discriminam os homens nas suas revistas, fazem deduções indutivas, sendo a astrologia ate deturpada.

TSF nacional fez no dia 23 (das 15 as 17), no programa foram mulher, um debate exclusivo para mulheres sobre a greve dos docentes o qual apela ao feminismo e a união de mulheres e discriminação dos homens, havendo tipas docentes que criticaram a ministra por ser mulher obrigando-a a conhecer o sistema de educação meramente por ser mulher apenas e tentando excluir os homens da educação, alem de demagogicamente discriminados políticos, indutivamente, falaciosamente e histericamente...

Não existe democracia e cidadania quando existe discriminação e exclusão de direitos do sexo masculino, é hipocrisia tal programa falar de assuntos discriminando e excluindo os homens directamente ou indirectamente...

É inadmissível gente falar indutivamente de políticos chamando-os de incompetentes quando estas nem formação intelectual, nem mérito social, cientifico e Económico-industrial têm, sendo a mesma ladainha falaciosa e indolente e preguiçosa…

Existe muitas mulheres que hipocritamente se queixam e abusam do conceito de violação sexual, principalmente dentro da ONU, isto de facto é bem feito para quem defende o feminismo directamente ou indirectamente sendo o feitiço contra os próprios cúmplices do feiticeiro.

Existe uma ideia que as mulheres mediante o feminismo pretendem se vingar do que passaram séculos atrás, isto é falaciosos porque as mulheres ao longo do tempo nunca foram cruelmente, sadicamente sujeitas a grandes litígios, eram privilegiadas em algumas coisas e não privilegiadas noutras, o qual era imposto por a sociedade baseando-se no seu determinismo bio-sexual, o qual o machismo só discriminava em algumas coisas mas contribuía e o feminismo não contribui mas apenas explora e usa o determinismo bio-sexual do homem...



Os homens são discriminados em questões de estética, vestuário, educação e ate jurídicas, uma questão de estética que envolve o vestuário é que apenas existe roupas de qualidade e quantidade menos evoluídas e liberais e ate mais fáceis de lavar, usar e menos confortáveis «a companhia dos trapos», bem como demais programas de TV, embora que possa haver sempre alguma mulher de bom senso e ética que não discrimine…

Ex.: fato auto-lavável que se pode meter na máquina, a apresentadora pretendia de modo indirecto apenas só para mulheres…
As pílulas e demais produtos de contracepção e de medicina reprodutiva masculina têm sido negligenciados e coagidos sua venda ou viabilidade farmacológica, isto tudo para discriminar o sexo masculino, fazê-lo ser dependente das mulheres, ficando ao critério destas, serem explorados economicamente e socialmente por resultados consequentes de não haver pílulas para inibir a produção de espermatozóides, ou causar reversívelmente esterilidade momentânea enquanto o fármaco estiver no organismo, bastando apenas saber quais sãos as causas ou os tipos de esterilidade masculina, depois seria em descobrir moléculas sem efeitos secundários e clinicamente credíveis para venda livre, assim ia coagir a fraude de conjugal ou de parceiros…


A própria igreja é vítima de retaliações (principalmente as verdades (que podem não serem nítidas e não generalizadas em todos os países) que foi dito pelo Vaticano e ou defendido) do feminismo sob acusação e instigação de crimes sexuais, afim de não se deixar corromper pelo feminismo e manter-se fiel a Cristo e a sua filosofia e doutrina religiosa, um dos casos que é contestado é em mulheres feministas passivamente o qual agem hipocritamente não se afirmando como tal em querem ser sacerdotes e deturpar com a aquisição e influencia intelectual a verdade defendida pela a igreja...

o cumprimento de serviço militar, a obrigatoriedade em dar a vida por os valores nacionalistas políticos, militares e jurídicos e o sofrimento de edificação e risco em incorrer em missões perigosas foi sempre confiado ao sexo masculino, alem de estes serem os mais castigados e penalizados seja por inimigos, bem como pelo sistema judicial, tudo tem vantagens e desvantagens mas o feminismo trás mais desvantagens para o sexo masculino do que vantagens, sendo desproporcional do que o próprio machismo trazia para o sexo feminino o qual ate protegia em muita coisas, beneficiava mais do que desbeneficiava...

Existe padres acusados de pedofilia dos Estados Unidos (onde os direitos do genro masculino é mais corrompido, a ética é mais corrompida e o feminismo é mais instigado, aproveitando o determinismo masculino e dependência sexual masculina para manipularem intelectualmente e psico-socialmente) injustamente, ou exageradamente, sendo tal ate uma conspiração para favorecer a entrada de mulheres na igreja e para a proliferação da igreja protestante, sendo injustamente a igreja culpabilizada por questões particulares de possível indisciplina ou indução criminosas aos padres arguidos...

O assédio sexual é algo comum para tentar lixar os comissários do sexo masculino para tentar incrementar o feminismo com a entrada de mulheres na ONU em cargos importantes, para negligenciar os direitos do sexo masculino favorecer as mulheres, nem que seja hipocritamente...

A igualdade de direitos são tão grande que ate concede direitos especiais para as mulheres e não concede deveres, apenas concede deveres aos homens e menos direitos, a isto é que é a hipocrisia do feminismo que tanto defende... o mesmo ou equiparável não é feito para o sexo mas masculino quando precisam de direitos especiais ou estão em desigualdade, se for são logo e falaciosamente refutados e sujeitos a violência intelectual e psíquica, acusados de misoginistas e homossexuais, o qual na grande parte são estas que acusam as que são androginistas ou androfobistas e homossexuais e que têm psicoses passivas do foro psico-sexual…

O feminismo quer deturpar os valores cristãos de modo a fazer com que a causticidade religiosa seja banida e que faça os padres serem dependentes sexualmente e afectivamente das mulheres, bem como estimular a libido destes de modo a serem intelectualmente corrompidos pelo feminismo...

Existe celulite e demais problemas de saúde no sexo masculino, o qual é negligenciado e não é prestado cuidados ao dispor dos homens doentes por tal...

Mimi Lagos é uma actriz comediante feminista que tenta instigar o feminismo falando mal dos Homens e ate deturpando o estereótipo masculino, alem de favorecer o feminismo hipócrita mediante sofismo e mesquinhez sexista e difamadora contra o sexo masculino, muitas actrizes e jornalistas são assim.

É uma hipocrisia e paradoxo considerar de todos diferentes e todos iguais, o qual é muito reiterado pelo feminismo...
A hipocrisia de anti-violência do feminismo, o qual instiga a violência e é cúmplice e autor ou co-autor...

Existe muitas mulheres violentas e criminosas que não são punidas devidamente em relação aos homens devido a imparcialidade sexual do sistema judicial, principalmente de juristas...

Deveria ser instituído crime de assédio psico-sexual e desrespeito mulheres em cargos e funções usarem roupas e demais com intuição de seduzir e de fazer alguém incorrer em crime sexual, bem como em manipular psico-sexualmente para atingir seus objectivos empresariais e intelectuais mediante tais armas feministas...

É nítida a hipocrisia feminista, e contraditória, defendem a não-violência, mas muitas mulheres violentas com ou sem razão (ao contrario dos homens que mesmo com razão são insultados e discriminados em direitos) defendem as mulheres indirectamente que são violentas, principalmente fisicamente e ate são cúmplices e instigam tal, é nítido no programa apresentado por João Kleber na TVI ver tal...

As telenovelas, revistas, noticias, filmes, sites e demais conteúdo de comunicação social, ao longo do tempo têm vindo a discriminar o sexo masculino e a instigar o feminismo numa maneira geral, seja directamente ou indirectamente…





Thomas Hanks, comissário da união europeia que esta encarregado de coagir o tráfego de pessoas, esta discriminando o sexo masculino, em relação as mulheres e crianças, tratando apenas coagir o tráfego de mulheres e crianças com fins sexuais, e não coage casos de homens destinados a fins sexuais mas mais importante a fins de escravidão e exploração, o qual é muito pior pondo a própria vida destes em riscos, enquanto que no caso das mulheres estas não tem vida em risco ou índice é reduzido, ganham ou são bem recompensadas, muitas já fazem e tem noção do que vão exercer fora, não tem nenhum ferimento ou sinal de maus-tratos físicos, exploram homens e assediam sexualmente ou psico-sexualmente e depois os extorquem depois de juntarem o útil ao agradável… Uma actividade sexual como trabalho em casos de prostituição numa maneira geral, não existe maus-tratos e ate muitas gozam prazer com tal, alem de poderem explorar os seus clientes ou patrão, depois de detidos seus patrões acusados por lenocínio ou tráfego de pessoas estas, numa maneira geral mentem e dizem que foram vitimas de engano quando optaram para emigrar, alem de a própria pessoa de agregar tais mulheres geralmente serem mulheres e as quais ficam ilibadas passando por prostitutas…
Com a existência de mulheres feministas no governo tem havido medidas contra os direitos dos homens, é o caso da Suécia que cria conceitos de crimes de modo a criminalizar os clientes que procuram ou se rendem a sedução ou assedio sexual de vários tipos de prostitutas, sendo estes depois criminalizados e sujeitos a sentenças, tal é anti-ético e é criado com mainstreaming de modo hipócrita para afectar essencialmente o sexo masculino, deixando de parte as prostitutas que vendem serviços sexuais…

Tenho de expor um comentário e relato acerca de algumas coisas que ilicitamente seja social, jurídico ou apenas ético acontecem na comunicação social é o caso da TSF nacional fez no dia 23 (das 15 as 17), no programa «fórum mulher», um debate exclusivo para mulheres sobre a greve dos docentes o qual apela ao feminismo e a união de mulheres e discriminação dos homens, havendo tipas docentes que criticaram a ministra por ser mulher obrigando-a a conhecer o sistema de educação meramente por ser mulher apenas e tentando excluir os homens da educação, alem de demagogicamente discriminar os políticos, indutivamente, falaciosamente e histericamente...
Não existe democracia e cidadania quando existe discriminação e exclusão de direitos do sexo masculino, é hipocrisia tal programa falar de assuntos discriminando e excluindo os homens directamente ou indirectamente... É inadmissível gente falar indutivamente de políticos chamando-os de incompetentes quando estas nem formação intelectual, nem mérito social, cientifica e Económico-industrial tem (o que tal foi dito por certas mulheres neste debate) …

Ilicitude da TVI e a hipocrisia do feminismo em vitimização


O programa que da na TVI «Fiel ou infiel» é um programa que demonstra tal a maioria das mulheres agem a violência psíquica e física seja como queixosas e ate como infiéis, injuriam e demonstram que são piores que os homens alem de serem hipócritas,
A maioria dos crimes cometidos são crimes de maus-tratos conjugais instigados e iniciados por mulheres que logo entram e agridem logo, ameaçam


Em suma os crimes cometidos alem de maus-tratos conjugais recíprocos ou não, geralmente psicológicos e depois físicos, são estes; contra os direitos fundamentais art. 25º, art. 26º (por ser processo mediático existe maior dificuldade em recorrer ao sistema judicial), art. 26º (ofende os visados no programa a consideração geralmente aos dos homens que é banido dramaticamente mais do que as mulheres e sem isenção sexual das mulheres na critica e ou censura, bem como ate instigando o preconceito anti-igualista de que um homem não pode bater numa mulher mas uma mulher pode então bater num homem, apoiado e reiterado por o feminismo que é hipócrita em relação de direitos e incoerente e que defende não igualdade mas superioridade, sendo anti-constitucional contra o principio de igualdade), alem de ser discriminado o homem nos caso de
Maus-tratos e não só, quando se negligenciam a apoiar homens vitimas de violência domestica, quando defendem medidas só para mulheres serem favoráveis, quando dispõem ajudas e linhas de denúncia designadas por informação e quando concomitantemente com outras associações dispõem linhas em nome apenas só para mulheres e fazem acções de sensibilização (panfletos, cartazes e demais) e de instigação ao feminismo e a androfobia e ou androginia indirectamente, tudo contra o sexo masculino…
O direito a imagem, a palavra, direito a reserva da intimidade privada e familiar (art. 26º, sendo uma forma ilícita captar ou gravar imagens em que a pessoa não tem conhecimento ou que ponha em risco a sua vida e reputação.
Ate mesmo o direito a liberdade e à segurança (art. 32º) que não é protegido por seguranças suficientemente só apenas em caso extremos, quando anda conflito dentro do próprio estúdio e tentativas de agressão e mesmo agressão geralmente de mulheres histéricas e compulsivas que querem agredir o ex-cônjuge ou parceiro.


Um crime de maus-tratos deve ter em consideração se houve tentativas pior parte da vitima em agredir fisicamente, se houve ameaças de tal e demais ameaças que torturassem psicologicamente, ate mesmo em casos um pouco graves que acima não satisfazem os mencionados como muito graves e que segundo determinadas condições não satisfaça os requisitos para tal…
Não respeitando o art. 32º, o qual este é julgado em praça publica, neste caso no programa, coação psicológica e física contra a liberdade de expressão dos implicados geralmente certos homens que quando censurados por determinada massa feminina não se defendem e são pressionados pela cônjuge ou publico feminino essencialmente…

No âmbito de em crimes contra as pessoas, e ate crimes contra a paz e a humanidade (em certo ponto de vista, visto tal instigar a instabilidade sócio-sexual).
Na TVI, dia 27 de Junho, houve umas cenas ilícitas e violentas de certo carácter social principalmente psico-sexual, em que uma “tipa” que se chama Sandra ameaçava constantemente o cônjuge ao ver o filme de “apanhado”, ameaçando que este ia comer uma porrada que a própria mãe deste nunca lhe tinha dado, de modo sádico e histérico, isto é um dos exemplos da hipocrisia de vitimização feminista e do abuso de auto-confiança por fazer e ate ajudar a que esta denunciem e a deturparem e se ilibarem de crime de maus-tratos, atirando e tentando agredir com uma sandália o cônjuge, que fugia em vez de se defender de qualquer maneira ou mesmo desproporcionalmente, se em casos de imobilização e coação de abuso de confiança em poder agredir sem que tal se defendesse devido a razoes psicológicas, temperamentais e demais que o coagissem…

Ao qual se tais imagens forem verdadeiras, e não for dito a verdade aos telespectadores deveria a própria empresa incorrer em burla de crime de programa de TV…




Deve a empresa da TVI incorrer em crime por actos preparatórios, art. 21º do código Penal (instigação e conspiração de testar os visados a incorrer em ilicitudes morais), tentativa (art. 22.º), autoria da conspiração e indicio criminal (art. 26º), cumplicidade de publico e interveniente do programa art. 27º, coação de legitima defesa (art. 32º) quando um individuo não pode se defender ou é pressionado, sendo exposto a agressão da mulher que pretende lhe agredir (art. 32º) … Coação do direito de resistência, visto seus direitos, liberdades e garantias de repelir a força serem insuficientes e coagidos por estes, o qual não podem recorrer a autoridade publica…
Os crimes são ofensa a integridade física simples (art. 144º), ameaça (154º) contra a integridade física, liberdade pessoal, liberdade e autodeterminação sexual e bens patrimoniais…
Os homens que são mais indefesos ou tem complexos em se defenderem ou agredirem mulheres, são os que maior facilidades tem para serem vitimas de agressões e abusos de confiança e poder por mulheres, seja como cônjuges, companheiras, etc..

Acho que aqueles que defendem que não se bate numa mulher nem como uma flor deveriam serem agredidos por alguma mulher severamente ate mudarem de ideias de que tal é meramente uma hipocrisia, um dos exemplos foi um individuo em tal programa entrar no programa com um ramo de flores e a sua mulher lhe agredir com o próprio ramo de flores e ate tirou o sapato para lhe agredir… O cavalheirismo é uma hipocrisia anti-igualista proveniente do machismo o qual foi conservado pelo feminismo tudo o quanto privilegiava estas e hipocritamente e incoerentemente ser defendido por esta para privilegiar as mulheres tal é aberrante e deve ser socialmente banalizado…
O próprio art. 145º, do CP, como agravação pelo resultado, deve ser revogado a alínea 2 que privilegia em 6 meses como mínimo quem cometer crime correspondente ao art. 143º e depois mais tarde crime correspondente ao art. 144º, isto deve ser de 2 a 5 anos ou ate mais visto que um homicídio ou ofensa física grave não dever ser menos que outros crimes como violação, e demais que nem envolvem sangue ou ferimentos graves…
Outros crimes cometidos são a difamação, sendo imputado factos relativos a intimidade da vida privada e familiar, o qual nem comprovativo é suficiente viável para tal (art. 180º), também injuria (art. 181º) não só por parte da cônjuge mas também por parte do público, principalmente feminista… Também há devassa da vida privada, principalmente da pessoa que não deu consentimento para ser sujeito a assedio psico-sexual se existir e assedio sexual físico, por parte da produção da TVI, mediante actores intervenientes, bem como gravações ilícitas (art. 199º) as quais eram destinadas ao publico mas sem consentimento, bem como omissão de auxilio por parte dos seguranças aos homens que forma agredidos passivamente (art. 200º) … Portanto tal programa instiga a violência conjugal e sexual, a discriminação sexual anti-masculina, os preconceitos sexuais e instabilidade social…

As próprias magistradas, advogadas e demais funcionarias publicas e ate mesmo docentes deveriam usar calças ou vestido comprido e roupa sem decote, isto para não assediarem psico-sexualmente ninguém, e ou não fazer incorrer em litigio sexual ninguém devido a tal instigação…







É hipocrisia haver certas mulheres a chamar cobardes aos homens enquanto esta são as maiores cobardes, a cobardia é apenas um método de violência psicológica para coagir os homens e deixando com que em vez de serem espertos e calculistas como estas, o qual na realidade a cobardia é um modo de esperteza se for feito anonimamente actos criminosos ou demais actividades licitas ou ilícitas.
___-------------------------------------------------------------------------------------------------------

Não se pode chamar cobarde e não se pode chamar de injustificável os atentados ocorridos em Londres e demais atentados terroristas feitos pela Al Quaida, se os próprios civis britânicos têm responsabilidade por terem votado no governo e terem o apoiado nas eleições sabendo que este apoiava as intervenções militares britânicos no Iraque, é hipocrisia e demagogia como a que existe do feminismo a amnistia internacional ter falaciosamente dito tais reivindicações e qual que se diz a favor da pacificação não apoiar a resolução, negociação e saída das tropas do Iraque para por fim a estes ataques, logo se assim não for quanto mais violência mais violência originar, ate alguém ser mais forte, inteligente e poderosos e mais violento ganhar tal confronto…

Quem não arrisca não petisca, logo é insensato e de certa forma indutiva haver pessoal, principalmente políticos, e gente com grande estatuto social e intelectual, a refutar a tentativa de negociação entre terroristas e anti-terroristas, o qual instiga o cepticismo e a crescente de mais atentados e de maior capacidade militar e KO militar e politico… um dos exemplos foi o que foi proferido pelo Prof. Marcelo Rebelo de Sousa, na RTP 1…

------____________________________________________________________________-------------

É inadmissível e sádico haver na Madeira um homem que é acusado por ter raptado sua filha, o qual nem mal tratou e nem propriamente a raptou, apenas exercer seu direito de paternidade e ser acusado pelo Ministério Publico do Funchal, geralmente constituído por mulheres (procuradoras) que pedem 7 anos de prisão para tal arguido, o qual devido a sua incapacidade de defesa e a negligencia de jurista que o defende, bem como devido a incultura, baixas habilitações, desconhecimento de direito penal e processo penal, bem como constituição fica entre a espada e a parede e não se pode defender, o qual para um crime de homicídio ocorrido em Portugal continental, uma mulher é apenas acusada de 4 anos por ter matado o marido ao fazer sexo. Isto é incoerente um homicídio ser condenado a 4 anos, principalmente um homicídio sádico e um homem por querer exercer direito paternal e ter cuidado bem da filha o qual tirou ou manteve-a fora do contacto da mãe ser condenado a 7 anos de prisão, se calhar mas valia este matar a própria mãe…

Existe muitos artigos do código penal português que condena crimes que não são tão cruéis, que não provocam sofrimento permanente e não provoca sofrimento do que perder a própria vida, sai muito mais viável matar sob uma razão falsa como roubo, vingança ou demais do cometer certos crimes que a nível de pena chegam a ser superiores ou idênticos a pena máxima por homicídio…

A maior parte dos homens (96%~) quando vítimas de crimes ou discriminações e desprivilégios não se queixam ou se queixam a entidades incompetentes ou negligentes, bem como ate na forma e meios em que fazem, ao contrário de muitas mulheres (75% ~) que histericamente nunca se calam, claro que existe excepções…

O «código de da Vinci» é uma falsidade corroborada mas o qual o feminismo ainda não aceita e não vê que é falacioso e manipulado por Dan Brown, tentando incutir ideias discriminatórias nas mentes femininas mesmo não sendo feministas ou machistas, ou neo-machistas, o qual são humanistas, devido ao veneno incutido tornam se hipocritamente feministas…

A maioria da comunicação social e certas entidades discriminam os homem civis e que não pertencem a forças militares ou movimentos ilícitos ou militares, falando quando em vitimas discriminando como civis apenas mulheres e crianças…


Recente


Foi contestado no jornal da madeira, pela Caritas portuguesa na Madeira, pelo o presidente Eugénio da Fonseca, dizendo difamando e generalizando na comunicação sob titulo «mais igualdade para as mulheres», isto falando que as mulheres são discriminadas no trabalho, algo que é falacioso, ignorando a discriminação de mulheres empresarias e de chefe de recursos humanos que discriminam hipocritamente ou não o sexo masculino na selecção e nos cargos para desempenhar, o qual também a mulheres que se queixam muitas poucas razoes tem de se queixar e o qual pressionam e exploram as empresas que as empregam, de forma indirecta, bem como pouco rendimento produzem e promovem o feminismo e discriminação sexual anti-masculina…
Para este ente da Caritas, o qual diz que deveria ser aplicado os princípios da igreja, princípios que são deturpados por o feminismos, assim como os próprios valores e a justiça, bem como ate mesmo devido a própria associação ser constituída por mulheres na grande maioria e as quais pressionam e ou alteram para temas particulares e sexistas, sendo reiterada ou criado pelo próprio como forma de agrado feminista por estas…

A associação Ancora, a qual descrimina o sexo masculino na ajuda e apoio ao sexo masculino em doença do foro psíquico, sendo exclusivamente para mulheres, o qual devido se queixar menos e negligenciar, alem de serem coagidos psicologicamente e em meios de se queixarem, bem como não terem capacidade para tal se forem doentes e pouco instruídos e sem conhecimentos gerais, não são ajudados e nem lembrados, esta associação o qual o seu objectivo discrimina os homens na saúde psíquica e é reiterado seu apoio por a feminista, embora de modo hipócrita, secretaria dos assuntos sociais da Região Autónoma da Madeira, embora que seja ilícita tal discriminação, principalmente se for de carácter politico e judicial, tal apoiou e nem mencionou como pode esta secretaria apoiar os sexo masculino, o qual sua maioria tem piores psicoses, sem mais auto-destrutivistas e destrutivistas, são marginalizados e negligenciados ate mesmo no diagnostico, principalmente quando é em casos judiciais e quando não se queixam de tal, visto muitas psicoses graves o próprio utente nem reconhece que as tem, e o tratamento torna bastante frágil e incapacitado em viver sua vida normal e em ser vitima de crimes passivos e aproveitadores de não se poderem defender e de dependerem de terceiros, sendo grande parte mulheres que os discriminam e ou tentam controla-los sadicamente ou mesmo por sua integridade psicológica e física em ofensa…

Outra discriminação é na concessão de estudos profissionais com bolsa de estudo e demais privilégios financiados por outras entidades para formação profissional, o qual na maioria das vezes são discriminados homens com capacidades para tal, com habilitações e demais, principalmente quando querem se formarem em áreas que exista mais mulheres e que seja áreas privilegiadas, isto porque é necessário entrevista e quem decide na maioria são mulheres ou é a própria presidente de tal instituto de modo ditatorial e antidemocrático e anti-deontológico…


A discriminação dos homens tem cada vez a ser mais fomentada, um dos exemplos é na entrega do prémio; «Dona Antónia Adelaide Ferreira», conhecida como a “Ferreirinha”, figura histórica do vinho do Porto, e o qual premeia exclusivamente apenas mulheres, sendo discriminatório, mesmo baseando-se em argumentos, visto não haver análogo para os homens ou seja não existe nenhum premio que seja exclusivo para homens, mesmo que premeie na maioria homens devido a argumentos não limita sexualmente o premeio e assim mulheres que tiverem critérios aceitáveis e merecedores são premiadas, muitas vezes são premiadas devido a pressão feminista exercida indirectamente e não devido aos mesmos requisitos… a qual tal premio congratulou a directora da Mandala, a Mafalda Mendes, a qual possivelmente tenta promover e reiterar conteúdos demagógicos e falaciosos da hipocrisia feminista contra o sexo masculino, no contra informação…


As «juras de amor da SIC» (2º a 6º feira as 16:45 ate 17:30), é um novo programa que discrimina os homens, difama, insulta e ofende não só psicologicamente mas também fisicamente sob violência passiva e simples mas com impacto psicológico grande executado por certas mulheres feministas e hipócritas que aproveitam o determinismo sexual de muitos rapazes e ou homens, os quais não são imunes ao veneno feminista e se deixam levarem por tal, ofendendo e discriminando os direitos humanos, a constituição da república e direitos fundamentais, e sem terem ajuda e intervenção da amnistia internacional portuguesa a qual negligencia os direitos do sexo masculino e apoia a dramatização e vitimização hipócrita e ou sofista das mulheres e de associações feministas, a qual em vez de ser humanista é sexista, nomeadamente feministas, e se fosse também deveria ser neo-machista…
Este programa novo da SIC imita o programa da TVI, mas com aproveitamento ainda pior num ponto de vista, aproveitando-se na ingenuidade dos rapazes e da prematuridade ética e sexista das raparigas, o qual sendo tal programa infantil, prematuro e que viola os direitos consagrados por lei, assedia os rapazes, põe balões e demais conteúdo ordinário descrevendo pensamentos que nem são verdadeiros e que não passam de especulações, tentando ridicularizar os rapazes, e assediado apenas rapazes, embora tal programa seja dissuasor e de carácter menos violento e sexista, subjectivamente e de programa a programa viola alguns direitos e existe algumas excepções…

O caso de impedir o tráfego e dar maior relevância ao tráfegos de mulheres para fins sexuais do que ao tráfego de crianças ou de homens escravizados e ate mortos, sujeitos a condições desumanas é uma medida a qual foi instigada devido a pressão feministas, em querer sobrepor direitos feministas aos direitos humanos e a aqueles mas necessitado, perigosos, sádicos e em condições mais desfavoráveis…

O programa fiel ou infiel mudou de nome no guia da programação, sendo emitido das 23:45 as 2:24,

As fofocas não tem sexo as mulheres é que têm a fama, isto é falacioso e hipócrita a maioria das mulheres são fofoqueiras, embora não tenha é mais característicos das mulheres, o qual foi dito por uma piranha chamada Fátima, que se destaca do publico do programa «fiel ou infiel» da TVI, que por ser uma feminista compulsiva, incoerente, mesquinha, ignorante e insensata faz deduções indutivas, hipócritas e falaciosas contra o sexo masculino, por tudo e por nada, a tais deduções se assim fossem feitas e na realidade também deveria ser desmentido que certos assuntos que se diz ser de mulheres em termos de vitimização são falaciosos e hipócritas e visam apenas a discriminar, explorar economicamente e judicialmente, socialmente e demais interesses contra o sexo masculino…

A maioria das mulheres por serem mulheres, cônjuge, companheiras, pensam que tem o direito e privilegio sexista de mandar no seu cônjuge ofendendo seus direitos, liberdades e garantias, seja em liberdade de decisão, de escolha de deliberação pessoal ou familiar e democrática, bem como económica, tal é uma hipocrisia feminista e anti-constitucional o qual por ser defendidos os direitos e igualdade das mulheres não quer dizer que tenham m ais direitos que os homens e que possam ser privilegiadas e os homens não, seja no trabalho, na família, na sociedade, na justiça, na politica e demais factores…

No programa da TVI no dia 10 as 23:30, o homem testado foram insultadas, difamado e pressionado sob violência psíquica e ate tentativas de violência física passiva, a qual o publico injuriou de chulo, ordinário e ótario, bem como sua namorada, o qual este se defendeu por violência física passiva sem ofensas brutais, sendo depois coagido por os seguranças, mas o qual estava a fazer bem, embora também exagerando um pouco, mas sem causar ofensas corporais a namorada que tentava o agredir e oferecia resistência ilícita e ofensa psíquica, o qual fez muito bem se defender e não dar confiança incrementada pelo feminismo o qual cobardemente usa tal para agredir os homens sem que estes se defendam ou respondam com a mesma moeda ou com o meio que tenham mais capacidades, ao contrario se tal fosse feito por mulheres o qual aja aconteceu e ate pior sem ser por autodefesa, sendo mesmo agressão ao companheiro, o publico goza do homem agredido e o insulta, chamando-o de banana e demais, ate porque a maioria do publico são mulheres feministas, as quais são cobardes, hipócritas, incoerentes e sofistas, e que apenas respeitam os direitos do sexo masculino mas apenas hipocritamente, e retaliam ou se aproveitam da inexistência de homens que defendam o seu sexo para difamar ainda mais o sexo masculino…

Numa maneira geral as mulheres (85%~), são grandes mentirosas, mentindo descaradamente e compulsivamente, principalmente quando envolve conteúdo sexual ou quando são os homens como objecto de insulto, difamação, acusação, o qual nem se arrependem e se arrependem apenas é hipocritamente, mentindo baseando-se em impressos especulações e omissões de si mesmas e ou de outras mulheres que ainda são piores do que os próprios homens julgados, e o qual são apoiadas ou são acusadas mas de forma menos ofensiva se fosse um homem e não uma mulher…

A maioria das mulheres se aproveitam da criação de crimes sexistas, ou com tal estereotipo como lenocínio, abuso sexual de menores, maus-tratos, violação, assédio sexual e rapto, para incriminar seja como retaliação ou vingança, seja como arma de defender interesses ou ilibar de crime, bem como de exploração e de aproveitamento indevido mediante meios judiciais.

Um dos exemplos é o tráfego de mulheres, que mentem dizendo que foram sujeitas a rapto, lenocínio e ofensas corporais, tudo para incriminar os homens e para se verem livres de crime, dizendo que foram enganadas na função que vinham para pais destinatário no caso de estrangeiras que estão ilegais, fazendo com que ficam ilibadas ou atenuado penas, de responsabilidade em crime no caso de prostituição ou de outros, seja como estratégia ilícita de defesa, bem como estratégia de se vingarem e ou ameaçarem os seus parceiros com que fizeram contracto ilícito para virem para tal pais, sem pagarem transporte, entrando facilmente e demais, tentando depois culpabiliza-los o qual tem razão em agir devido a recontribuição para pagar seus gastos e trabalho em inserir tais prostitutas em tal pais…

Ate nos próprios exames nacionais existe professoras que mediante a percepção de caligrafia e demais factores de escrita literária, fazem indutivamente ou generalizam como distinguir o sexo do aluno, favorecendo se for mulher, isto pode não acontecer em todas as docentes mas em 70% das mulheres docentes, principalmente as de português fazem tal discriminação… os docentes homens não discriminam mas por vezes existem alguns que favorecem as raparigas…

O aborto tem sido negligenciado e absolvido por destruição de provas, a lei da criminalização do aborto é uma questão que mediante a deturpação do feminismo no conceito, fez com que se tornasse uma questão feminista, exclusiva aos direitos da mulheres e não aos direitos do embrião, ao direito a vida, e considerando que apesar de estar num corpo feminino tal não diz indirectamente respeito, porque é um aproveitamento bio-sexual, é antinatural visto que a reprodução e a anatomia feminina e seu grande papel na reprodução foi concedida pela a Natureza e não por si próprias, bem como o qual nem é criticado ser contra o direito genético do progenitor masculino, se existe desvantagens também existe vantagens mas essas vantagens são omitidas e não são postas em valor pondo uma questão é injusto e ate certamente impossível e desigual a que as mulheres tenham só vantagens e não tenham desvantagens por deturparem os conceitos legais, os direitos e liberdades de outros seres da natureza… O qual a própria prova é a criança abortada a qual morta é deitada fora, em vez de crescer e depois do parto ser doada a terceiros que queiram ter filhos. Podendo ser alimentada mediante estimulação de leite materno artificialmente em mulheres não grávidas por certas hormonas, ou alimentada por leite materno comercial ou leite equivalente…
O maior problema é que devido a haver países que o feminismo corrompe em grande escala a sociedade, como é em Espanha e que muitos homens para agradar negligenciam os valores, direitos, liberdades e ética para conceder o que o feminismo pretende, neste caso o caso do aborto, sendo assim em certa forma as feministas que dizem porque que em Portugal é proibido podendo com quem tem mais meios ir a Espanha, eu como sou isento de certa forma sexualmente, tenho que admitir que têm razão, mas se é crime deve ser criminalizado, claro para estimular tal a criança talvez deveria ser vendida, se o objectivo não fosse esse, sendo 70% para a progenitora e os restantes 30%, o qual devido a determinismo bio-sexual dos homens é deliberadamente prejudicado em direitos e visto estes apenas contribuírem na fecundação algo que é próprio do instinto e necessidades fisiológicas de cada sexo, é aproveitado intelectualmente e anti-eticamente pelo feminismo para favorecer as mulheres, visto esta serem as que acarretam a gravidez, e devido a tal querem ter mais privilégios do que tem, o qual tem muitos mais privilégios que os homens e menos desfavorecimentos, visto ser criado medidas para tais desfavorecimentos por estas…
Visto não ser possível coagir tal crime deve ser dificultado e a sua dificuldade deveria ser económica, para que ninguém abortasse ilicitamente e não fosse a Espanha, a qual corrompe os direitos em vários sentidos como acima mencionados.
Logo se as mulheres criam medidas para terem mais vantagens sociais, judiciais, e visto a maioria das mulheres feministas contaminar o pensamento ou instinto sexual de mulheres que não se deixam corromper, mas as quais mais tarde devido a própria conspiração intelectual feminista são lavadas cerebralmente e ficam a favor, sendo de certa forma feito e ate exigido aos homens que não sendo feministas ou não sendo machistas são discriminados ilicitamente e pressionados de modo a demonstrar que não têm nada contra as mulheres, algo que é verdade, e de que gostam destas, e para tal devido também ao determinismo e a necessidade humana de ambos os sexos, estes deixam-se corromper por ideias que deturpam a ética e os princípios humanos, de igualdade e ate religiosos…

De certa forma deve então ser criado medidas homólogas as que são tomadas pelo feminismo e com a evolução da ciência, deturpação da ciência em conceitos e estudos pelo feminismo, e aproveitamento da ciência pelo feminismo, o qual é 90% criada e descoberta pelo sexo masculino directamente e indirectamente, criou meios de bem-estar, de conforto e saúde, e de meios de coagir ou dissuadir as consequências do determinismo feminino, e seus factores que o põe, por um lado em desvantagem. Logo também por questão de justiça e de igualdade deve ser criado meios que privilegiam os direitos do sexo masculino e lhe conceda oportunidades, sem ter que mudar de sexo e indirectamente discriminarem-se sexualmente indo contra a natureza, o qual é algo do sexo feminino originalmente, próprio da sociedade moderna e intelectual o qual devido tal intelectualização, estas viam as coisas de pontos diferentes e queriam mais do que aquilo que tinham sem olhar que estavam em igualdade equiparada por vantagens e desvantagens diferentes…
Era bem provável que se a espécie humana fosse uni-sexual ou seja hermafrodita, teria desenvolvido mais em aspectos posteriormente mencionados, sendo menos profana e menos corrupção de pontos de vista e de ideais e direitos teria havido, talvez é por essa razão que exista espécies de extraterrestres que são do mesmo sexo e que são cognitivamente, tecnologicamente, socialmente e intelectualmente superior a espécie humana, embora não tenha vantagens a nível dos agradáveis prazeres sexuais que possam existir entre heterossexuais…
Havendo menos inveja e rivalidade sexual, principalmente desencadeado pelas mulheres, e não haveria homossexualidade, algo que é instigado pelo feminismo quando estas são executadas por mulheres de modo camuflado…

Um dos casos de discriminação sexual é na prestação de serviços sociais, judiciais e de saúde, um exemplo é um caso real de uma mãe em que um dos seus filhos é toxicodependente e que tem que tomar medicação a um centro de saúde distante porque devida esta trabalhar no serviço de saúde, é conhecida e para evitar com que suas colegas saibam de tal, e que haja fuga de sigilo profissional, esta tem que ajudar o filho mediante pagamento de viagem para este se deslocar a um centro que ninguém conhece sua mãe mantendo assim a confidencialidade, algo que foi negligenciado pelas sociólogas de tal centro e demais em não prestar apoio de transporte para tal narcótico, o qual existe mulheres narcóticas que em condições desvairáveis na mesma situação tiveram uma ajuda extra e maior flexibilidade do que os narcóticos homens…
Outra questão é na própria prescrição de medicamentos que quando são prescritos por mulheres, muitas vezes ilicitamente sob o nome de algum colega de qualquer sexo, põe medicamentos mais caros principalmente vendo a personalidade, característica económica por impressão e demais deduções…

Outras questões é quando entra homens vítimas de maus-tratos ou ofensas, principalmente crianças do sexo masculino em hospitais, é favorecido a argumentação falsa por parte da progenitora que os maltratou e muitas vezes nem é necessário argumentar falsamente e ser negligenciado os direitos das crianças por médicos, principalmente médicas. Mas isto em caso extremo quando não é o tratado e levado para hospital ou centro, é executado tal tratamento em casa mediante, não tendo que dar indícios a terceiros competentes para denunciar e testemunhar…

Deveria para quem defende o aborto ser sujeito tais mulheres e seus seguidores a serem abortados, só assim poderia determinar se tais indivíduos gostariam de perder a vida, de modo inconsciente visto que cientificamente nada da garantias de que vão nascer outra vez, de certa forma seria bom porque menos destabilizariam a sociedade…

A maioria das discriminações indirectas, e hipócritas, bem como 98% das indirectas contra o sexo masculino nunca são denunciadas, devido a inexistência de comissão ou subcomissão de defesa dos direitos masculinos, bem como devido a escassa e pobre eficácia qualitativamente e quantitativamente dos direitos do sexo masculino…

O qual se o contrário, ou seja se tal for feito em defesa dos direitos do sexo masculino deturpar conceitos descriminalizando o sexo masculino, devido a sua vulnerabilidade e determinação sexual ou reprodutiva seria sadicamente, hipocritamente, histericamente, e por vingança discriminado, e sujeito a actos de resposta, como tem acontecido quando o feminismo é desvendado e acusado, baseando-se em argumentos verdadeiros…

Os direitos fundamentais das mulheres não se referendam, dito por a deputada do PCP, Odete Santos, a qual implicitamente discrimina e vai contra o princípio da igualdade, porque implicitamente se fosse uma questão dos direitos fundamentais dos homens seria feito um referendo, e se não fosse existiria pessoa feministas…


Umas das hipocrisias feministas, é historias que se designam de reais cometidas por mulheres e que são barbaras, abusam sexualmente e usam exploração sexual e abuso sexual de homens mediante força física adquirida mediante complexos artificiais para crescimento e desenvolvimento anormal de musculatura e metabolismo feminino, seja usando pequenas doses de testerona e demais complexos de ervas e hormonas anabolizantes, combatendo em wrestling para violar e força-los a satisfazem seus desejos sádicos de prazer sexual e restringido prazer da vitima, sem falar de caso de homicídios e demais barbaridades que nunca foram cometidas sob tal sadicidade contra nenhuma mulher, existe muitos sites discriminatórios na Internet, e ate inspiradores de criminalidade feminina, um dos sites agora alterado que tinha historias sexistas sádicas e demoníacas contra o sexo masculino, torturando sexualmente, torturando mediante força e até matando na Internet, existia um site que foi denunciado e sujeito a investigação que foi remodelado sendo o site alterado e removido tais conteúdos…

Uma das outras hipocrisias feministas, consiste, visto as mulheres em sua maioria não serem isentas ético-sexualmente, haver discriminação e omissão de informação e de apoio a homens, é o caso de haver logo no inicio das listas telefónicas o contacto da CIDM, e nas listas açorianas o contacto da UMAR e centro de apoio à mulher, sendo a APAV a única que recebe e ajuda homens se atendidos por homens os quais trabalham em tais funções, se forem mulheres estas geralmente são indolentes e dificultam a ajuda e informação aos homens…

A Maria Aurora (jornalista de formação académica) no seu programa de TV, diz que continuara a ser feminista sempre que houver mulheres discriminadas sexualmente, em resposta a tal, tenho de salientar e criticar que tal é uma indutividade falaciosa, devido a que certas mulheres na realidade não são discriminadas por o sexo mas sim pelas atitudes, carácter e ausência de isenção feminista, tal tivessem carácter aceite e isenção sexual, bem como demais requisitos sem ter que serem homens não seriam discriminadas, algo que de facto não é bem assim, porque a discriminação que existiu a tempo provem de factores de determinismo bio-sexual e alguns de factores culturais, mas tem que ser dito que existe o reverso da medalha se tais mulheres não desempenhassem tais profissões ou tais estatutos também não tinham que dar a vida e nem sofrerem por tal, caso sofressem seria deduzida como violência de exclusividade sexual, hipocritamente deduzido por grande parte das mulheres, exigindo que sejam privilegiadas e beneficiadas como actualmente tem sido, naquilo em que estivessem em vantagens e se tal fosse exigido tais privilégios ou benefícios aos homens, estes seriam incoerentemente discriminados sob tensão histérica feminina e conspirada…

Não existe, duvida que o jornalismo de informação tem sido corrompido pelo feminismo, intrínseco a muitas jornalistas que são androginistas e androfóbicas socialmente adaptadas, as quais deturpam e falaciosamente contaminam as mentes de mulheres e homens ingénuos e com pouca percepção social, bem como alem de violarem os princípios de igualdade, discriminando, difamando e insultando os homens, tentam pressionar e incutir medidas sociais de privilégios e benefícios femininos…

Foi perguntado no programa desta se preferiam ser homens do que mulheres, estas exclusivamente uma disse que preferia ser mulher, salientando a maternidade como privilegio, e não expondo demais outros privilégios, e as quais sendo hipócritas podendo não sentirem totalmente e sabendo que é injusto haver programas e demais conteúdos sexistas que discriminam os direitos do género masculino, e que sabendo que ao longo do tempo tem sido beneficiadas e ate criado meios de inserção social, de enpregabilidade desencadeados por medidas do estado, estas continuam a ser feministas, e não olham também, que ao longo do tempo são mais homens que mudam de sexo, porque é mais fácil numa sociedade desenvolvida ser mulher do que homem, porque numa sociedade desenvolvida devido a união indirecta feminista, e a contaminação intelectual feminista, faz criar e ajustar meios sociais adequados e mais favoráveis ao desenvolvimento e melhor sucesso e sociabilização feminina do que masculina, caso fosse acabado os preconceitos sexuais criados por mulheres e por homens, cujo ainda são reiterados seria mais favorável a uma maior estabilidade e também defesa e união dos homens do género masculino. O qual depois vem nos jornais pequenas Manchetes sem números expresso que existe mais mulheres querem ser homens que homens querem serem mulheres, sem haver nenhum exemplo em concreto demonstrado, uma coisa é querer ser e outra é fazer para ser, definitivamente, algo que só homens foram sujeitos a mudança de sexo e quase nenhuma mulher foi sujeita a tal, sem ver que, estas que dizem querer podem nem estarem a serem sinceras, algo que é raro nas mulheres e que é improvisado bastante bem, numa maneira geral…

Outra questão dita por Sofia Vinagre (jornalista e apresentadora de TV), a qual diz não perceber porque que é preciso criar quotas para as mulheres participarem em qualquer coisa, algo perguntado empiricamente e indutivamente, sem ser concreta em que medidas, mas alegando se referir a participação politica, argumentado que sua razão era por serem mães e por serem mulheres, algo que de facto é mentira ou não e completamente verdade, a primeira coisa, que esta sabia e não argumentou seria não haver interesse, não haver competência, não haver ética sexual ou isenção sexual das mulheres, discriminado os homens em direitos, não prestarem serviço militar, bem como de acordo com a constituição a serem mobilizadas para situações de necessidade nacional como guerra e demais, o qual só apenas os homens tem que morrer para defenderem a sua pátria e depois serem coagidos em direitos por gente que não da seu corpo e vida pelo país, e não estarem sujeitas aos mesmos deveres e dificuldades que os homens, terem pouco tempo para a vida politica, flexibilidade de horário, assediarem politicamente mediante truques de sedução por comportamento, atitude e vestuário (podendo variar de acordo com o ciclo menstrual), não se vestirem da mesma forma totalmente formal que os homens, não digo totalmente igual mas que não fuja ao padrão (devendo usarem fato e gravata), não se poderem a coscuvilhar de assuntos particulares, sexuais ou de etiqueta e demais conteúdo domestico ou privado, não darem relevo a coisas mais importantes e por serem arrogantes, histéricas e destabilizadoras ilicitamente, bem como desobedientes, abusadoras aos valores e superiores hierárquicos…

Outra questão que foi criticada por mulheres psicóticas socialmente aceites e enquadradas, foi a questão das quotas sexuais para ambos os sexos em certos cursos como medicina, o qual havia mulheres a mais não devido a estudarem mais, mas devido também a opção, devido a terem ajuda de docentes que sua maioria são mulheres, devido a serem obcecadas no estudo e ignorando outros conhecimentos, devido a entreajuda feminista e demais, não saliento a maturidade, porque a maturidade em cada sexo varia do ambiente e modo como são criadas as crianças e jovens, bem como de sua vivência e com quem convivem, algo que feito sadicamente, deliberadamente e conspicuamente foi deturpado pelo feminismo a educação de jovens do sexo masculino, tudo por inveja e para coação de seu desenvolvimento e sucesso intelectual, bem como incremento de desvios de atenção e de atenção a actividades lúdicas e demais…
Embora que os argumentos sejam verdadeiros e seja justo de certa forma por necessidade justificante, muitas mulheres tentaram subestimar, e opuseram-se falaciosamente e sadicamente, algo que também deveria ser feito por o sexo masculino nos requisitos e provas físicas para admissão em certas forças, bem como nos requisitos para certas profissões que beneficiam e são menos exigentes as mulheres do que os homens e o que as mulheres naquilo que tem em vantagem não querem que seja empregue benefícios ao sexo oposto, acredito que isto foi um, dos promotores de mulheres hipócritas que se uniram e activaram ou criaram associativismos feminismo bem como demais tácticas de retaliação e de mainstreaming para prejudicar, discriminar os homens e ajudarem as mulheres…

O instinto sexual masculino e muito subestimado ou aproveitado para criminalização e consequentemente exploração deste, aqueles homens que não controlam seu instinto sexual são os que tem maior vulnerabilidade de serem prejudicados por mulheres que se aproveitam para os explorarem no que poderem…

Foi dito por a Aurora que se uma mulher saísse e desobedecesse dos parâmetros da política seria logo cortado as pernas, eu diria que tal se for justificável e juridicamente certo teria que ser, e que também é feito, embora camuflado e não denunciado aos homens que”como não choram não mamam” ficando assim prejudicados e sem se defenderem de tais injustiças e hipocrisias feministas…

As mulheres a longo do tempo ficaram sempre com inveja do sexo masculino e quiserem e sentiram interesse em fazerem coisas que os homens tinham inventado, construído e desenvolvido, ao qual instigou movimentos e acções activistas sexistas, e ao qual na actualidade tal ainda existe, e por não querem somente desempenhar o que o seu determinismo sexual diz querem terem mais do que aquilo que é justo e portanto pressionam e instigam privilégios e benéficos para estas…


Existe leis criadas por mainstreaming para apenas criminalizar mais os homens (sexo masculino) ou apenas criminaliza-los totalmente se possível…
A desonestidade intelectual e social das associações feministas, principalmente das comissões sexistas denominadas pelo feminismo é uma das grandes instigadoras das discriminações contra o sexo masculino.

As assistentes e directoras de informação, bem como pesquisadoras de informação que geralmente ao maioritariamente mulheres (95%) tentam seleccionar e deturpar noticias feministas ou de vitimização hipócrita as quais “deitam sal” na Machete, em “historias” ou reportagens e omitem o que for dissuasor para discriminar e difamar o sexo masculino alem destas omitirem noticias em que sejam como vitimas homens sujeitos a litígios de mulheres ou de esposa ou parceira sexual…

As “tipas” deputadas do bloco de esquerda, são as histéricas e hipócritas que mais discriminam o sexo masculino e tentam criar medidas de mainstreaming para tal, sendo as principais deturpadoras da igualdade sexual e da instigação do feminismo na politica e na sociedade, alem de violarem hipocritamente os valores e direitos humanos em que concede a ajuda, privilégios e ou direitos do sexo masculino…


Guida Vieira, deputada do Bloco de Esquerda, juntamente com sua cúmplice e amiga Violante Matos, também deputada e funcionaria publica, licenciada em biologia, vem para a RTP Madeira, discriminar e tentarem pressionar o presidente da CMF, a que crie alem do Centro de Apoio a Mãe, constituído apenas por mulheres, onde estas foram entrevistadas, as deputadas afirmaram pressionar tal autarquia para ser criado apenas um centro de apoio a vitimas de violência, sendo apenas para mulheres e não especificando a violência, a qual supostamente deve ser domestica, não falarem em criar centros para apoio e acolhimento de mendigos, narcóticos, crianças e jovens expulsos de casa ou em risco, bem como homens vitimas de violência domestica, apenas dissuasão de violência domestica preventiva ou homens expulsos de casa mediante ameaça ou coação e violência domestica, bem como vitimas de outros crimes…

É uma autentica hipocrisia feminista alegar dizer que as mulheres são as maiores vitimas de V. domestica, se são estas as que agridem primeiro, as que na discussão as quais são histéricas e que insultam fazem violência psíquica para fazer ser esgotada a paciência de cônjuge, bem como as que violência sem deixar marcas ou contusões aplicam e mediante armas, ao qual se um homem vitima de tal reagir e perder a paciência, sendo feita auto-defesa não equiparada respondendo ou agindo defendendo-se mediante as armas em que tem mais capacidade, a maioria das mulheres usam a violência psicológica, armas e terceiros cúmplices, bem como crimes calculados, bem conspirados as quais por cobardia destroem as provas e fazem incorrer em acidente, suicídio ou crime por terceiros, auto-controlando-se e não agindo, e a maioria dos homens vitimas de tal ao agirem agem em excesso, não fazem queixa, ou não criam versão se levarem estas ao medico inconscientes como acontece a homens que são vitimas de pancadas na cabeça provocadas por objecto e que são levados e ditos pela a arguida que foi de ter caído em vez de disser a verdade, e se as vezes a dizem são as que hipocritamente deturpam a verdade e fazem se passar por vitimas, alem de comparem ou de terem amigas ou convencer os filhos a lhe apoiarem em tal versão, bem como muitas vezes fazem de vitimas e pedem a filhos que maus-tratos cônjuge conspiradamente e colectivamente…

E tal cônjuge em vez de ter ajuda e denunciar, bem como de se auto-tratar e superar traumas físicos e psíquicos, não toma nenhum anti-depressivo e ou calmante e agem incoerentemente consigo próprio omitindo se queixarem e de levar a justiça tais arguidas/os, seja por vergonha, burocracia, pressão intelectual e social, dificuldade imposta deliberadamente geralmente por procuradoras e funcionarias judiciais, insolvência ou corrupção judicial devido a imparcialidades de magistrada, incapacidade psíquica e física em fazer queixa e em auto-defender-se, bem como negligencia deliberada e indolência de advogada/o nomeado pelo ministério publico ou testemunhas falsas e demais agentes sociais que conspiram e ajudam a arguida (os) falta de isenção sexual (mulheres e alguns homens feministas ou pressionados por mulheres feministas e superiores hierárquicas) de elementos do ministério publico, falta de dinheiro devido a exclusão de apoio judicial por sociólogas da segurança social, dinheiro insuficiente para necessidades do próprio e gastos sendo escasso para pagamento de jurista, exploração económica da mulher, mediante argumento para necessidade dos filhos e demais factores…

Não existe duvida que a maioria das mulheres são cobardes e hipócritas, antes de agredirem pensam e fazem analise se podem ou não fisicamente agredir e se tem meios ou não para tal, bem como quais as pensas que incorrem e crimes que incorrem, quais as provas que constituem credíveis, não existe duvida que a maior parte dos homens que são vitimas de qualquer crime e argumentam que não batem em mulheres (ideia criada pelo machismo arcaico ou machismo normal, a qual apesar de ser odiado pelas mulheres da vantagens a estas o qual não se sucede pelo feminismo que ao ser criado foi mais completo e racional sendo hipócrita e calculista da ideias boas mas indirectamente ou deixa margens para discriminar e violar os principio


De Anónimo a 30 de Junho de 2005 às 13:24
oi, olha curti bue o teu blog ta mt fx a serio e já agora vou te dar a noticia de k abriu uma nova template shop á uns mesitos e lá podes encontrar varios templates únicos feitos por nós, exclusivamente para toda a comunidade blogueira da sapo (por enkuanto), tb podes encomendar um template que tenha mais a ver ctg ou mm um blinkie, um gif, montes de coisas para decorar o teu blog ok??ixto td podes ver em http://templatesbygt.blogs.sapo.pt
e se kiseres visita tb o meu blog pessoal em http://blogdanita.blogs.sapo.pt
Beijos fika bem...
PS: se puderes e se kizeres ajudar a ekipe da template podias fazer alguma publicidade a nossa template shop para que tds tenham o conhecimento que há sitios mt bons ond podem encontrar uma coisinha ou outra para ajudar a mimar o seu blog ok?? contamos cm a tua ajuda obrigada...
anita
(http://blogdanita.blogs.sapo.pt)
(mailto:sofia1988@sapo.pt)


De Anónimo a 23 de Junho de 2005 às 15:29
não tenho esperança : (Conchita
(http://www.diariodeconchita.blogspot.com/)
(mailto:conchitamarquez@gmail.com)


De Anónimo a 15 de Junho de 2005 às 19:27

Conspiro contigo na busca de soluções. Não me repugna que alguém com elevadas responsabilidades na governação do país ganhe bem e tenha reformas vitalícias. Repugna-me, sim, que tal ocorra sem que haja eficácia, antes pelo contrário, haja incompetÊncia e irresponsabilidade. Seria por isso boa ideia importarmos um governante talvez suiço, talvez sueco, vindo de países ascetas e frios. Caro Zeus, já que do vosso sólio dourado não saís para nos governardes, iluminai-nos pelo menos de ideias pioneiras!
Já não te comentava há uma "beca" de tempo. Passei hoje e deixo-te um convite com o odor das tílias. Beijinhos.
Aziluth
(http://www.mgrande.com/weblog/index.php/serenalua)
(mailto:libelua@sapo.pt)


De Anónimo a 13 de Junho de 2005 às 22:12
Normalmente costuma-se dizer que "quem está fora não racha lenha"!... :-)Carlos Tavares
(http://o-microbio.blogspot.com)
(mailto:carlos.roquegest@mail.telepac.pt)


De Anónimo a 12 de Junho de 2005 às 21:22
será mais fácil descobrir algo de novo ( ñ a pólvora ..essa já foi descoberta há mto. tempo) do qe alguém ISENTO ...mas enqanto há esperança há vida !!
</a>
(mailto:)


De Anónimo a 12 de Junho de 2005 às 01:31
Zeus, não me sinto apta a tecer comentários sobre o seu texto, mas quero registrar que me fizeram rir os comentários do Tino e de TMara. Parabéns aos dois pelas observações e a vc pela indignação que lhe fez pronunciar-se.Ray
(http://www.raydalia.blog.uol.com.br)
(mailto:raydalia@uol.com.br)


De Anónimo a 12 de Junho de 2005 às 01:30
Zeus, não me sinto apta a tecer comentários sobre o seu texto, mas quero registrar que me fizeram rir os comentários do Tino e de TMara. Parabéns aos dois pelas observações e a vc pela indignação que lhe fez pronunciar-se.Ray
(http://www.raydalia.blog.uol.com.br)
(mailto:raydalia@uol.com.br)


De Anónimo a 9 de Junho de 2005 às 21:38
ola vim aqui para convidar para vir ajudara construir uma historia no blog http://bolinhas69.blogs.sapo.pt/ (http://bolinhas69.blogs.sapo.pt/) pf venha la e contribuia paar o comeso da historia e o fimbolinhas
(http://bolinhas69.blog.sapo.pt)
(mailto:bolinhas62@hotmail.com)


De Anónimo a 8 de Junho de 2005 às 14:08
como andamos k até zeus desce do Olimpo para "palpitar" sobre a miséria nacional...Bjs e;)TMara
(http://estranhosdias.blogspot.com/)
(mailto:Tostimara@gmail.com)


Comentar post