Segunda-feira, 30 de Janeiro de 2006

Mas...

RUNAS.jpg

A prosa hoje tem muito que se lhe diga. Contudo, entretanto, no entanto, porém e todavia, depende da interpretação de cada um.

São os “mas..” da vida. Aqueles que estão sempre presentes no consciente ou inconsciente de cada mortal.
Raramente algo se torna concreto, exacto antes de passar pela fase do “mas...”. Aceito, mas....; sim, mas...; olha, vou lá, mas...; mas.., mas...
Anda na boca de toda a gente, proliferando na vida, como girassóis prontamente preparados para se voltarem para o astro raio assim que os primeiros raios matinais lhes tocam as pétalas.
Duma forma subtil ou propositada o “mas..” convive com cada ser mortal, qual lapa encrostada à sua rocha. Nasce e renasce várias vezes consoante as situações, disposições, exposições e conjunturas de cada um.
Abrir a mão e arremessar um “mas..” é prática corrente, ninguém estranha ou receia. Basicamente todos estamos preparados para os enfrentar.

Como é óbvio tudo seria muito mais simples se o dito fosse abolido, ou pelo menos utilizado somente em circunstancias muito especiais! Mas...isso seria querer demais.


Minimum vivit, qui nil quam vitam cogitat
(Vive muito pouco quem só pensa na vida)


Fiquem bem,
publicado por Zeus às 11:49
link do post | comentar | favorito
|
12 comentários:
De Anónimo a 4 de Fevereiro de 2006 às 17:37
A vida é A VIDA, Senhor do Olimpo. Os homens é que inventaram os "mas" e os "ses" ... BeijoMaria Papoila
(http://apapoila.blogs.sapo.pt)
(mailto:mantosilva@sapo.pt)


De Anónimo a 1 de Fevereiro de 2006 às 22:21
se não existissem os "mas" por certo não existiriam virgulas, e o Saramgo não teria sido premio nobel...rssss

abraçolusoblogger
</a>
(mailto:ohpraeu@hotmail.com)


De Anónimo a 1 de Fevereiro de 2006 às 11:21
Belo retracto das indefinições dos mortais Sr. do Olimpo. Mas..a dor de cotovelo é tramada, não é Artemisa?Encantadora
</a>
(mailto:encantadora_serpentes@hotmail.com)


De Anónimo a 1 de Fevereiro de 2006 às 02:09
Olá Zeus. Já fodemos, tu e eu. Será que tens ideia de quem sou? Ou já fodeste tantas que nem imaginas?Artemisa
</a>
(mailto:artemisa@windows.xp)


De Anónimo a 30 de Janeiro de 2006 às 20:44
…

Informações Úteis para as CLASSES SOCIAIS Média, Média-Alta, Alta e RICOS.

UNIVERSIDADES e INSTITUTOS POLITÉCNICOS (Públicos e Não Públicos) versus ESCOLAS TÉCNICO PROFISSIONAIS com ACESSO AO ENSINO SUPERIOR.

In “Livro aconselhado às Escolas Técnico Profissionais com acesso ao Ensino Superior”, http://eunaodesisto.blogs.sapo.pt/arquivo/2005_12.html#893945

.
.
.
-- Em cada dois (2) alunos universitários um (1) não acabará o Curso !?!?!?!?!?!?!?!?!
.
.
.
Nota: Em ENGENHARIA É MUITO PIOR. Em cada quatro (4) alunos universitários três (3) não acabarão o Curso !?!?!?!?!?!?!?!?!
.

Ou seja. Dos ALUNOS QUE ENTRAM nas Universidade e Politécnicos (Públicas ou Privadas) CINQUENTA POR CENTO (50%) -- NÃO CHEGA -- A ACABAR O CURSO. A maior parte desiste nos 3 primeiros anos do Curso.

No total Duzentos e Vinte e Cinco Mil (225.000) alunos não terminarão o Curso. Logo Dinheiro do Estado e dinheiro das Famílias deitados ao lixo todos os anos (Mais de 4.500.000.000 de Euros anuais).

Nota: Não se preocupem com os POBRES. Porque nas Universidades e Politécnicos (Públicos e Privados) há:

- Um por Cento (1%) de Pobres;

- Sete por Cento (7%) de Classe Média-BAIXA.

- Noventa e Dois por Cento (92%) de Classes Média, Média-Alta, Alta e Ricos. E SÃO ESTES QUE SE LIXAM!! Abram os Olhos!


-- Um CURSO DE CINCO (5) ANOS É FEITO, em MÉDIA, em OITO (8) ou NOVE (9) anos!


-- Dos Cinquenta por cento (50%) que TERMINAM O CURSO:

1) Setenta por cento (70%) tira-o a COPIAR!!?!!?. Senão CHUMBAVAM também (seria 85% que não acabaria o Curso !!?!??!?!?!) e Profissionalmente serão uma mer.da e medricas e inseguros. E precisarão de trabalhar dezasseis (16) horas por dia (perguntem aos Licenciados. Doutores e Engenheiros.) para produzir quatro a cinco (4 - 5) horas de riqueza;

2) Só DOIS POR CENTO (2%) !!!?!!?!! é que - IRIAM - CRIAR RIQUEZA (Empresas) ao País MAS … PIRAM-SE para o Estrangeiro.

3) Os OUTROS 48% VÃO CONSUMIR/GASTAR a riqueza criada/gerada/construída pelos que não chegam à Universidade. Sejam eles ´Pagadores-de-Impostos´ sejam eles ´Fugidores-aos-Impostos´.

SOLUÇÕES SIMPLES:

i - FECHEM todas as Universidades e Institutos Politécnicos durante cinco (5) anos e ABRAM Escolas Técnico Profissionais COM ACESSO À UNIVERSIDADE.;

E/OU ENTÃO,

ii - AUMENTEM AS PROPINAS, anualmente, para CINCO (5) VEZES o SALÁRIO MÍNIMO NACIONAL (nos Institutos Politécnicos Públicos e nas Universidades Públicas).

Prova dos Nove contra os Aldrabões e Aldrabonas e a sua “Ladainha dos Pobrezinhos”.

Ver: “Alunos COM POSSES têm mais hipóteses no ENSINO PÚ-BLI-CO”, http://jn.sapo.pt/2004/08/22/sociedade/ha_portugal_cultura_facilitismo.html.


OFERTA PELA DIVULGAÇÃO DESTE DOCUMENTO:

TODOS os Alunos PODEM E - DEVEM – Candidatar-se / Concorrer TODOS os anos à BOLSA DE ESTUDO nas Universidades e Institutos Politécnicos (Públicos e Não Públicos):

"Oh ALUNOS Portugueses III" - SUBSÍDIO ESCOLAR e BOLSA DE ESTUDO , 30 Abril de 2004 em http://eunaodesisto.blogs.sapo.pt/arquivo/2004_04.html#128423

José da Silva Maurício




FECHEM as Universidades e Politécnicos durante 5 anos e CONSTRUAM Escolas Técnico-Profissionais;
(http://eunaodesisto.blogs.sapo.pt)
(mailto:mauricio_102@sapo.pt)


De Anónimo a 30 de Janeiro de 2006 às 17:18
Passei por acaso e fiquei. Vou ficar!Celeste
</a>
(mailto:celestemaria@hotmail.com)


De Anónimo a 30 de Janeiro de 2006 às 16:24
cada qual tem os seus "mas" mais ou menos vivos. Mas...é como tudo :))BorboletaAssanhada
(http://www.osmeuscontos.blogspot.com)
(mailto:borboleta_assanhada@sapo.pt)


De Anónimo a 30 de Janeiro de 2006 às 15:04

Passei por aqui e este não sendo um blog Grego não deixa de nos fazer lembrar aquelas paragens.
Boas fotos e textos interessantes. Boa sorte.
António ================Blog: www.louletania.blog.vu António
</a>
(mailto:Asousa@hotmail.com)


De Anónimo a 30 de Janeiro de 2006 às 14:55
Deus Mitológico, gostei muito da forma como expões as virtudes e os defeitos dos mortais. Vou voltar certamente a este Olimpo.MimiFazMumu
</a>
(mailto:mimimumu@hotmail.com)


De Anónimo a 30 de Janeiro de 2006 às 12:12
Caro deus grego. Para dizer a verdade não percebi pêva deste texto...mas...tudo bem.intenso
(http://www.intenso.com)
(mailto:)


Comentar post