Sexta-feira, 4 de Março de 2005

Prosas disto e daquilo

Mais uma vez, qual poema retractado na foto da “mulher sentada”, o Aquiles intervém no Olimpo com um poema de sua autoria.

mulher.jpg

Perdoem-me a impertinência. Prometo acabar com os poemas e voltar às prosas.
Bom fim-de-semana!

Escrever poemas é bestial
Fazemos o que nos apetece
Sem nos movermos do nosso local
O que sonhamos aparece

Se digo que a vida é bela
Imediatamente ela é
E quando beijo a boca dela
Que sonho!

Posso escrever com rima
Deste com o verso acima
Ou então baldar-me e não rimar
E apenas vaguear...vaguear

Vaguear por este lago branco
Onde nenúfares são as frases
Por onde saltito num encanto
De que muito poucos são capazes.

Aquiles

Fiem bem,
publicado por Zeus às 14:34
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De Anónimo a 8 de Março de 2005 às 22:47
não escrevas sobre acontecimentos. os teus sentimentos, o que pensas: isso ainda não é poesia. não percas tempo a mentir. não te aborreças. não te prendas com lágrimas, lágrimas são cadeias. a poesia não é a natureza nem os homens em sociedade. larga a cidade e larga o campo. não queiras ter pai nem mãe. nem outros nem sentimentos, larga tudo. larga-te a ti principalmente. não queiras ter inteligência. Já há inteligência a mais, pode parar por aqui. Convive com os teus poemas antes de os escrever. As palavras têm mil segredos sob a face neutra. Perguntam-te, sem qualquer interesse pela tua resposta: "trouxeste a chave?"rita
</a>
(mailto:rita_comi@yahoo.com)


De Anónimo a 6 de Março de 2005 às 07:30
sim senhor, um poema DIVINO...ehehe . bjokas*kika
</a>
(mailto:keik_1985@hotmail.com)


De Anónimo a 4 de Março de 2005 às 15:25
O teu versejar é coisa
fina
de encantar...
Tem cor e cheiro a maresia
este teu jeito de fazer poesia...

Jinho imenso aqui da BShellblueshell
(http://blueshell.blogspot.com)
(mailto:sengelo@mail.pt)


Comentar post