14 comentários:
De Anónimo a 13 de Janeiro de 2005 às 11:55
Achas que alguém viveria sem ter seu cúmplice?
Nem Jesus Cristo...
Pobre Maria Madalena perdeu-o tão cedo. Espero ter o meu, a quem adoro por muito mais tempo. Cumplice só tenho um. Cumplicidades tenho muitas.Raquel
</a>
(mailto:raquelc.soares@sapo.pt)


De Anónimo a 3 de Dezembro de 2004 às 19:59
Interessante.
</a>
(mailto:)


De Anónimo a 18 de Novembro de 2004 às 07:53
Não chamaria de cumplice o olhar desta menina ;-)Nuvem
(http://diariodumassistente.bolgspot.com)
(mailto:ola1970@sapo.pt)


De Anónimo a 18 de Novembro de 2004 às 06:04
a foto foi muito bem metida ;)Conchita
(http://diariodeconchita.blogspot.com)
(mailto:conchita_marquez@aeiou.pt)


De Anónimo a 17 de Novembro de 2004 às 23:11
Cumplicidade e verdades... deixar escorrer o que há no mais secreto de nós !!!
Andastes sumido Zeus, muito tempo sumido.
Ainda bem que retornastes.
Meu beijo saudoso e cúmplice.
Simone
(http://www.letrasetempestades.zip.net)
(mailto:letrasetempestades@hotmail.com)


De Anónimo a 17 de Novembro de 2004 às 23:05
A afectiva é a melhor das cumplicidades. Seja no amor ou na amizade. Ou na paixão. Ou no parentesco. Ou simplesmente porque... Beijos :)betty
(http://http//desfolhada.blogspot.com)
(mailto:ferreiraelisabete@hotmail.com)


De Anónimo a 17 de Novembro de 2004 às 21:36
{ ... nesta qualidade de cúmplice [a dois combinada] chamo eu de cumplicidade partilhada © exactu ... }{ abraço }exactu
(http://www.mgrande.com/weblog/index.php/luzdetecto)
(mailto:cisne_feio@sapo.pt)


De Anónimo a 17 de Novembro de 2004 às 17:55
Nada melhor que um olhar cúmplice no meio de uma multidão...Montellano
</a>
(mailto:s_montellano@hotmail.com)


De Anónimo a 17 de Novembro de 2004 às 15:47
Nao ha cumplicidade sem reciprocidade. é deste casamento que nasce o todo. Ah! Aprendi a julgar as pessoas pelas atitudes e nao pela boca. Shhh! :-)tintapermanente
(http://equilibrioinstavel.blogspot.com)
(mailto:ola1970@sapo.pt)


De Anónimo a 17 de Novembro de 2004 às 14:13
Bom dia "honorable god". Não faço mutas visitas, cada vez faço, aliás, menos e já há umas boas cinco luas que não lia textos teus. Tema delicioso o de hoje. Quem resise a uma boa cumplicidade amorosa feita de palavras e de olhares? Ah, o amor... a vida, a paixão, a vontade de dar e de colher, brindar a dois, pintar o mundo de todas as cores e depois recolher de uma flor o doce néctar do viver a dois...

beijinhos mortais

deSaraComAmor
(http://oblogdalibelua2.blogs.sapo.pt/)
(mailto:deSaraComAmor@sapo.pt)


Comentar post