25 comentários:
De Anónimo a 26 de Setembro de 2004 às 00:50
adorei todos os quadros posso copiar?
tem um bom domingo
fica bempatinhas
(http://aliberdadedeescrita.blogs.sapo.pt/)
(mailto:prcpf@latinmail.com)


De Anónimo a 25 de Setembro de 2004 às 16:24
Eu adoro artes, mas nunca me expremi por pintura, mas sim através da musica. Esta aventura que estou a fazer através das palavras, no meu blog, tem sido uma autêntica odisseia...e lá tenho descoberto que até consigo passar também para a escrita umas vezes melhor do que outras, o que me vai na mente. Adorando ciências exactas, tenho sempre uma certa dificuldade em comentar algumas destas artes, mas mais uma vez fiz questão vir até ao teu blog, porque o acho extremamente peculiar...mas como gosto de desafios, vou em poucas palavras comentar o quadro que mais se identifica comigo.
Adoro o quadro de Luis Badosa. Todas aquelas cores principalmente primárias, onde predomina o azul, transmite-me uma força interior de esperança, bem-estar geral, embora seja um quadro bastante abstrato. Mas é lindo. A sua beleza está na harmonia entre os seus traços deslineares e as suas cores tão reais.
Bom fim de semana.
Um beijo*


P.S. Deesculpa o meu comentário ser tão longo...Estrela do mar
(http://www.clavedelua.blogspot.com)
(mailto:clavedelua@netvisao.pt)


De Anónimo a 25 de Setembro de 2004 às 16:00
Divagar é o que mais gosto de fazer dentro da arte que nos atira (e atiça) a realidade freqüente do corpo como objeto onde as sensações ou as reações escorrem como tinta que o pintor manipula na tela. Resumindo, os três quadros encaixam dentro dessa minha visão independente das intenções dos pintores. Em escolha fico com o segundo pelo fato de ser o mais completo dentro do que observei; sendo que o mesmo abrange em reflexo os lados 'noturnos' na claridade do pensamento em processo criativo. Um labirinto se forma a medida que a compreensão parece ser alcançada provando que "o mesmo traço é visto de formas diferentes", e o que vemos agora além de considerado um íntimo sentimento é um processo evolutivo que o tempo delineia e os olhos recriam a medida que as visões são sentidas e partilhadas.
O azul ganha espaço marcando a necessidade do equilíbrio entre carne e espírito quando o fundo pode ser visto exposto nas variações das telas em redor que evocam o mesmo pensamento: a força da paixão em movimento.Eliane Alcântara.
(http://www.elianealcantara.blogger.com.br)
(mailto:elianealcntara@yahoo.com.br)


De Anónimo a 24 de Setembro de 2004 às 22:31
oi!
gosto do 2º devido as cores k usa e as formas e mt mais
jinhosMiss Devil
(http://missdevil.blogs.sapo.pt)
(mailto:Miss-Devil@sapo.pt)


De Anónimo a 24 de Setembro de 2004 às 20:19
querido Zeus, eu pinto a oleo e o k disseste e' verdade: eu qd pinto e mostro os quadros, varias pessoas interpretam de variadas formas. Gosto do 2º, adoro quadros com conjugaçao de varias cores e o quadro demonstra força!jinhos.tulipa
(http://www.torraodeacucar.blogs.sapo.pt)
(mailto:isari1@sapo.pt)


De Anónimo a 24 de Setembro de 2004 às 17:55
eu prefiro o 3º porque o amor dele esta dentro dele. o blog esta muito fixe, beijossofia
(http://www.culturajovem.blogs.sapo.pt)
(mailto:omeublog1@sapo.pt)


De Anónimo a 24 de Setembro de 2004 às 17:43
Boa resposta, fazlh1blog. Zeus, tu que lançaste o desafio, podias também divagar, não?Montellano
</a>
(mailto:s_montellano@hotmail.com)


De Anónimo a 24 de Setembro de 2004 às 17:26
como em qualquer quadro: observando preconceitos!fazm1blog
</a>
(mailto:fazm1blog@mail.pt)


De Anónimo a 24 de Setembro de 2004 às 17:09
A profissão da vizinha é algo de muito curioso. Ó fazm1blog, como chegaste lá?Montellano
</a>
(mailto:s_montellano@hotmail.com)


De Anónimo a 24 de Setembro de 2004 às 16:56
... e a vizinha sabe que é observada e adora! (agora entrei em contradição!!! Se calhar é mesmo o quadro deles!)fazm1blog
</a>
(mailto:fazm1blog@mail.pt)


Comentar post