De Anónimo a 4 de Outubro de 2005 às 05:56
parte 6 /VI part





Outra lei criada que é anticonstitucional é a:
Lei n.º 61/91 de 13 de Agosto
Garante protecção adequada às mulheres vítimas de violência

Resolução da Assembleia da República n.º 31/99
Regulamentação da legislação que garante a protecção às mulheres vítimas de violência
(isto tudo devido a pressão feminista dentro do parlamento e nos sistemas sociais, bem com ausência de desmentira de homens e sua coação de defesa e de organização de defesa de seus direitos)

Lei n.º 107/99 de 3 de Agosto
Criação da rede pública de casas de apoio a mulheres vítimas de violência
Aprova o regime aplicável ao adiantamento pelo Estado da indemnização devida às vítimas de violência conjugal
VER: http://www.cristinasousasantos.com/vdom_legislacao.htm (EXISTE DEMAIS CONTEÚDOS EM OUTROS SITES)
HOMENS FAZEREM DOWNLOAD E LEREM: http://www.cristinasousasantos.com/Legislacao/Legis_Violencia_Domestica.zip

O que discrimina o homem e pode não ser revogado se o aborto for legalizado a semelhança da hipocrisia de outros países que são desenvolvidos mas que são retrógrados em muitos valores, direitos, liberdades e garantias, bem como direitos dos homens e coerência em direito.


Crimes contra a intra-uterina

Art. 140.º (aborto) alínea 1 (o que mais prejudica o homem visto só ser legalizado a IVG e não a IIG (interrupção involuntária da gravidez mesmo em razão de outros direitos de terceiros ou de indução de erro ou justa causa), sendo punido de 1 a 8 anos de cadeia em relação a 3 as mulheres que abortarem…

Nota. Aconselho a utilizarem fármacos abortíferos que deitam nas bebidas destas para provocar aborto instantâneo, ou corromper as cápsulas de outros fármacos ou suplementos alimentares e deitarem dentro da cápsula gelatina destas. Também pode ser provocado mediante grande quantidades de álcool metílico (mais forte e tóxico, verem em enciclopédias informação destas substancias) e etílico, como uso de airtaser também, sendo uma boa pratica de limpar a memoria da mulher hipócrita que esta grávida (dependendo da voltagem), existe demais produtos em os iatrogénicos e mutagénicos que causam deficiências nos fetos e assim fazem com que estas abortem legalmente e por sua iniciativa sendo o método mais fácil de acabar com a hipocrisia do feminismo na corrupção dos direitos sexuais e genéticos dos progenitores masculinos e sua exploração económica, social e judicial, ao raios x em longa exposição também ajudam nomeadamente os canhões de TV antigas voltados ao contrario ou outros dispositivos mais potente e sempre ligados, alem de alimentos com grandes quantidades de radioactividade, e ou elementos tóxicos, como arsénio, certas formas químicas de crómio como hexalato de crómio (e não estou em erro), sais minerais de chumbo muito absorvíveis e ou certas sais minerais de alumínio em quantidades tóxicas, e demais venenos tóxicos ou então animais venenosos na cama desta ou alimentos, ou acidentes premeditados para esta cair de precipícios consideráveis de modo a perder ou fazer esforço demasiado para poder perder o feto ou embrião).


Art. 141.º (aborto agravado), este artigo é muito sádico contra os homens e só apenas atinge maioritariamente os homens, especialmente mesmo sendo pró razoes justificantes e de exclusão de culpabilidade, sendo favorecido por magistradas e em primeiras estancias como negligenciado se for uma advogada como defesa e ou indolente e negligente jurista…


Em caso gerais o crime 152.º crime de maus-tratos também privilegiam as mulheres, especialmente se o homem não fazer queixa de ter sido vitima e não arranjar testemunhas e provas de que foi sujeito a agressão primeira desta e demais hipocrisias feministas, bem como demais formas de maus-tratos, (sendo a morte por maus-tratos de 3 a 10 anos de prisão). Sem morte é de 1 a 5 anos de prisão sendo melhor homicídio de outra forma e sem ligações a cônjuge, ou envenenamento como se tal se tratasse de suicídio…

NOTA: portanto aqueles homens que queiram fazer justiça pelas próprias mãos, devem cometer crime conspiradamente com intuição de dissuadir a culpa para acidente, doença ou para terceiros como se tratasse de consumo de droga (podendo ate injectar droga como overdose depois desta não se poder defender) ou fazerem se não possível de tais formas que não incrimine ninguém arranjar uma suspeita (de preferência mulher) como criminosa pondo provas desta no local do crime de forma acidental e sem nenhuma pista do cônjuge.

Outros artigos que privilegiam consiste no agravamento e consideração de incapacitado fisicamente a quem se encontra grávida como se tal fosse deficiente, agravando a pena, logo se tal acontecer mais vale matar sob crime conspirado (art. 155.º,152.º, 158.º SEQUESTRO)

CRIMES DE CARÁCTER SEXUAL (contra a liberdade sexual), estes crimes apenas coagem o coito, não coagem o sexo oral (minetes ou felações) e anal mediante penetração de língua como é habitual por lésbicas e mulheres.

São geralmente criado de modo a favorecer só as mulheres não sendo adoptado o conceito de tais crimes para apoiar homens vítimas de crimes como:

Coação sexual (163.º muito praticado por mulheres a homens, mas sob formas de violência diferentes, sendo mais psicológica, obrigando a que este faz sexo com esta).

Violação (164.º) sendo mediante violência, ameaça grave ou coação de sentidos de consciência de tal é punido de 3 a 10 anos sendo os homens os mais prejudicados e as mulheres que praticam tal crime sob diversas formas as mais privilegiadas…

Prejudicando a violação sem violência que muitas vezes injustamente é considerada violação sem ser podendo apenas ser abuso sexual ou mesmo apenas assedio sexual, e em alguns caso nem nada porque existe consentimento mutuo, mas são desfavorecidos em razão a de idade se inferior a 16 anos…
Abuso sexual de pessoa incapaz de resistência (art. 165.º) dando 6 a 8 anos de prisão, logo mais vale matar e destruí (corrosivos químicos, combustão e trituração de corpo incinerado, decomposição marinha ou acelerada com preferência a esmagamento de osso mediante viaturas ou pesos compactos) o corpo da vítima seja hipócrita ou não…

Abuso sexual de pessoa internada (art. 166º) dando 1 a 8 anos de prisão, e no caso b) 6 a 5 anos mas para os homens saio sempre mais do que 6 meses geralmente 3 a 5 (principalmente se for magistradas a julgar).

Fraude sexual (art. 167.º) apenas tenta prejudicar homens que fazem coitos como acima mencionado, embora também possa ser feito por mulheres tal crime a gravidade recaem hipocritamente sempre mais para os homens, sendo acusado a 2 anos no máximo…


Procriação artificial não consentida (art. 168.º), algo que nem consentimento do progenitor existe e ate furto ou roubo de esperma a homens existe para tais procriações artificiais algo que também deveria ser considerado crime, da pena de 1 a 8 anos…


Trafico de pessoas (art. 169.º) apenas criminaliza o incremento a prostituição de estrangeiros, o qual deve ser meramente para mulheres que se aproveitam de tal lei, não há duvida que esta lei foi criada por mulheres, especialmente feministas que estimularam e pressionaram sua criação, tal lei da pena de 2 a 8 anos, logo não sejam tontos mas vale homicídio e logo o mais rápido possível assim como tais feministas e tais legisladores deveriam também morrer…

O homicídio é uma grande solução para quem quer se ver livre de crimes, especialmente o homicídio com destruição de provas de corpo e por acidente ou doença…

Lenocínio (art. 170.º), o favorecimento de prostituição é também um dos que, as vezes mais valem os homicídios, principalmente na alínea b) se for usado violência ou de aproveitamento da incapacidade psíquica da vítima ou de alguma situação especial de vulnerabilidade, sendo pena de 1 a 8 anos, logo mais vale homicídio, e de facto porque existe grande indício da hipocrisia feminista na lei e na sua revogação e conceito penal (resultado de anos de trabalho das associações e comissões feministas em deturpar a lei, a igualdade e o bom senso) …

Actos exibicionistas (art. 171.º), considera exibicionismo importunar outra pessoa, praticando actos de carácter exibicionista mas não definindo o exibicionismo, algo que é muito cometido por mulheres mas que só tenta criminalizar os homens, é autêntica hipocrisia do feminismo, principalmente em coagir a estática masculina, em estimular o lesbianismo mediante técnicas de discriminação e de repugnação a anatomia masculina e sua estética…

Outra hipocrisia é os crimes contra a autodeterminação sexual:

O qual as ofensas corporais físicas aos gónadas especialmente os masculinos esta de fora de tal conceito e de gravidade hipocritamente, mesmo devido estes se encontrarem externos ao corpo humanos e logo mais fáceis de atingir do que na anatomia feminina, estando no interior do corpo e logo mais protegidos, seja os ovários o mais importante e a vagina interna e útero, e nenhum homem tenta revogar e criar tal lei como alterar tais leis que são hipócritas e injustas contra os direitos, liberdades e garantias do homens…

Abuso sexual de crianças (pune pornografia, actos com consentimento dos jovens (menos de 14 anos) e crianças, agravando as copulas de 1 e 8 anos para 3 a 10 anos (mais vale homicídio posterior).
Praticar actos de carácter exibicionista perante menor de 14 anos (muito praticado por mulheres mas nunca acusado ou levadas a justiça), apanha 3 anos de prisão, bem como fotografar, gravar, exibir ou ceder tais fotos e filmes, sendo punido se for com intuição lucrativa de 6 a 5 anos de prisão.

O abuso sexual de menores dependentes (art. 173.º), criminaliza hipocritamente e injustamente quem cuidado de menores de 18 anos e de 14 anos que tenham sido confiados de 1 a 8 anos de prisão, com intuição lucrativa a pena é um pouco menor indo ate 6 anos mas mesmo assim mais vale o homicídio…

A línea 3 do art. 172 é muito cometidos pelas progenitoras que tiram fotos aos filhos nus do sexo masculino cedem a terceiros, mas não são acusadas e julgadas…

O art. 174.º, (actos sexuais (apenas coito) com adolescentes defendido que sexo com adolescentes de 14 e 16 anos) são punidos o qual é autêntica hipocrisia e dramatização criminalizar e ate penalizar ate 2 anos de prisão, devendo apenas estar a critério do jovem e ser apenas indemnizado ou mesmo descriminalizado porque o abuso de inexperiência sexual é muito vasto e depende se tal quer ou não, porque não é forçado se não quiser não faz tais actos…

Depois são os actos homossexuais com adolescentes em que houver apenas copula (logo as lésbicas e mulheres estão de fora como sempre), penalizando quem fizer com jovens dos 14 aos 16 anos), sendo também 2 anos de prisão, (felizmente parece que esta lei já foi revogada devido a anticonstitucionalmente mas mesmo assim é anticonstitucional muitas outras mediante a discriminação sexual e omissão de equiparações sexual ao género feminino, deturpação da verdade, e do bom senso, bem como de conceito, alem de irrealidade e de incoerência e gravidade em relação aos homicídios e ofensas graves e sexuais).

O crime de lenocínio e tráfego de menores, art. 176.º (não é equiparado no mesmo artigo que os crimes de lenocínio e tráfego de pessoa que só apenas pró em vista o sexo e não tráfego de mão-de-obra ou escravatura e ou exploração de obra), talvez sendo posto pena e considerado como ainda mais grave e duro que a própria escravatura física laboral (…).

Havendo um agravamento no art. 177.º, (agravação) de 1/3 para os crimes ilícitos e hipócritas de conceito e pena, artigos 163.º, 165.º, 167.º e 176.º, se for familiar, adoptado, tutelado ou curatelado.

Sendo também hipocrisias se o aborto é legal para caso de gravidez indesejada e ilícita criminalizar a violação a favor do feminismo com um terço de agravamento se engravidar (artigos 163.º, 168.º, 172.º a 175.º).

Grande parte destas leis forma criada por influência feminista da CIDM, e de organizações feministas internacionais e comunitárias, bem como da associação de mulheres juristas (magistradas do ministério publico (procuradoras e magistradas judiciais (juízas de direito), bem como mulheres advogadas e docentes de direito (criado pela a CIDM como a maioria das associações feministas em Portugal e homologamente em todo o mundo) e de tráfego de influências destas no sistema político, judicial e legislativo…

Sendo depois a inibição do poder paternal (artigo 179.º) uma das armas consequente da hipocrisia feminista na criação de tais conceitos de crime discriminatórios e de mainstreaming contra sexo masculino, não havendo inibição do poder maternal e não haver conceito equiparado de crime as mulheres, sendo estas privilegiadas hipocritamente, isto é autentica Satânicidade (Satã) e ainda dizem que as mulheres são melhores do que os homens o apenas algumas e mesmo assim em caos raros e extremos a maioria das mulheres são hipócritas, manhosas, fingidoras, mentirosas, difamadoras, interesseiras, estrategas, premeditadoras e conspiradoras.

A todos os homens que queiram o código penal aconselho a fazer descarregar do ficheiro em adobe acrobat do site: http://www.pgdlisboa.pt/pgdl/leis/lei_print_articulado.php?tabela=leis&nartigo=&nid=109&pagina=39&ficha=381&nversao=&tabela=leis


As associações de mulheres empresárias criam medidas que pretendem estimular indirectamente o desemprego do género masculino ou apenas a inserção em trabalhos de baixo estatuto social, económico e demais, com medidas que privilegiam exclusivamente as mulheres em formação e assim tenta “roubar” empregos aos homens em categorias fora da construção civil e demais pesadas como administrativos e demais…
Sendo esta associação uma das estimulantes da CIDM, sendo o braço económico desta explorando os clientes de empresas feministas, associadas as proprietárias do conselho e suas membros desta associação. Estimulando a indignação pela discriminação sexual e a delinquência MASCULINA COMO ALTERNATIVA A SOBREVIVÊNCIA.

Também convém a qualquer homem antes de cometer um crime ver a lei referente a indemnização de vitimas de crimes violentos, e quais os crimes que são considerados violentos, muitas vezes é melhor homicídio colectivo de modo a matar todos os terceiros que possam porventura com a morte de alguém pedir a comissão de indemnização e ao supremo tribunal indemnização devido ter sido vitima indirecta ou directa de crime violento, ver sites correlacionados…
Assim também existe uma comissão de protecção para vítimas de crimes violentos, portanto antes de actuar há que agir eficazmente, para dissuadir e reduzir eventuais retaliações por meio legal…

http://www.CEDAW.org/ (sediada nos estados unidos da América /Treaty for the Rights of Women) este site é uma das piores ONG’S mundial do feminismo e merece ser destruído ou sancionado medidas discriminatórias e contra a igualdade e contra o princípios de tratamento, de liberdade e de reacção que deve ser igual como se fossem para homens...

Uma das hipócritas do feminismo é usar informação e deturpa-la usando medidas que privilegiam falaciosamente, mediante estatísticas falaciosas o referente presentes como exemplo neste site: http://www.ine.pt/PI/genero/Quadro.aspx , refere em percentagem valores que de facto não corrompem a números, ou seja se existir mais mulheres que homens será equiparado a 100% do que os homens e depois a percentagem assim utilizada será usada de modo falacioso para outras estatísticas sejam a nível de empregabilidade, de nascimentos e demais…

A todos os homens que pretendem fazer queixa tem cá sites um site sobre noções de certos crimes que os homens são discriminados (não terem medo se queixarem, os homens são os que menos se queixam, enviarem e pedirem ajuda superiores hierárquicos e demais se negligenciados ou vitimas de crimes sejam consequentes ou não) criados por uma besta de uma advogada jurista chamada Cristina Santos ( www.violencia.online.pt,www.cristinasousasantos.com), lerem se informarem e agirem licitamente ou ilicitamente de acordo com as circunstancias mas se lembrarem serem inteligentes e espertos… caso não serem usarem medicamentos psicoestimulantes como a pemolina (vendido em Espanha) da sempre uma ajuda embora não faça ninguém inteligente, e também nutrirem-se bem, e tomarem concomitantemente fluoxetina com tal medicamento visto provocar nervosismo e ate ser mortífero se exagerado (cuidado), caso não consigam usarem o Ritalina ou Modiodal…

Todos os homens, que forem vítimas de queixas ou devem fazer também queixas, e depois se tais razoes não tiver provas validas ou forem falsas, deve ser exigido indemnização dos gastos e contragimento provocado assim como demais…
Também há que realçar que Portugal não é dos piores países de injustiças e de feminismo hipócrita deixando a frente certos países especialmente a Finlândia que tem umas leis cruéis e injustas, criticando os homens que tiverem relações com prostitutas ilegais ou de tráfego humano (embora o tráfego humano (especialmente para prostituição) seja hipocrisia dentro da Europa e em alguns países, a excepção da sai e demais bem pobres).

Qualquer resposta a este blog favor comentar…
Obrigado.

Any answer to this blog please comment.
Thank you.





Outra lei criada que é anticonstitucional é a:
Lei n.º 61/91 de 13 de Agosto
Garante protecção adequada às mulheres vítimas de violência

Resolução da Assembleia da República n.º 31/99
Regulamentação da legislação que garante a protecção às mulheres vítimas de violência
(isto tudo devido a pressão feminista dentro do parlamento e nos sistemas sociais, bem com ausência de desmentira de homens e sua coação de defesa e de organização de defesa de seus direitos)

Lei n.º 107/99 de 3 de Agosto
Criação da rede pública de casas de apoio a mulheres vítimas de violência
Aprova o regime aplicável ao adiantamento pelo Estado da indemnização devida às vítimas de violência conjugal
VER: http://www.cristinasousasantos.com/vdom_legislacao.htm (EXISTE DEMAIS CONTEÚDOS EM OUTROS SITES)
HOMENS FAZEREM DOWNLOAD E LEREM: http://www.cristinasousasantos.com/Legislacao/Legis_Violencia_Domestica.zip

O que discrimina o homem e pode não ser revogado se o aborto for legalizado a semelhança da hipocrisia de outros países que são desenvolvidos mas que são retrógrados em muitos valores, direitos, liberdades e garantias, bem como direitos dos homens e coerência em direito.


Crimes contra a intra-uterina

Art. 140.º (aborto) alínea 1 (o que mais prejudica o homem visto só ser legalizado a IVG e não a IIG (interrupção involuntária da gravidez mesmo em razão de outros direitos de terceiros ou de indução de erro ou justa causa), sendo punido de 1 a 8 anos de cadeia em relação a 3 as mulheres que abortarem…

Nota. Aconselho a utilizarem fármacos abortíferos que deitam nas bebidas destas para provocar aborto instantâneo, ou corromper as cápsulas de outros fármacos ou suplementos alimentares e deitarem dentro da cápsula gelatina destas. Também pode ser provocado mediante grande quantidades de álcool metílico (mais forte e tóxico, verem em enciclopédias informação destas substancias) e etílico, como uso de airtaser também, sendo uma boa pratica de limpar a memoria da mulher hipócrita que esta grávida (dependendo da voltagem), existe demais produtos em os iatrogénicos e mutagénicos que causam deficiências nos fetos e assim fazem com que estas abortem legalmente e por sua iniciativa sendo o método mais fácil de acabar com a hipocrisia do feminismo na corrupção dos direitos sexuais e genéticos dos progenitores masculinos e sua exploração económica, social e judicial, ao raios x em longa exposição também ajudam nomeadamente os canhões de TV antigas voltados ao contrario ou outros dispositivos mais potente e sempre ligados, alem de alimentos com grandes quantidades de radioactividade, e ou elementos tóxicos, como arsénio, certas formas químicas de crómio como hexalato de crómio (e não estou em erro), sais minerais de chumbo muito absorvíveis e ou certas sais minerais de alumínio em quantidades tóxicas, e demais venenos tóxicos ou então animais venenosos na cama desta ou alimentos, ou acidentes premeditados para esta cair de precipícios consideráveis de modo a perder ou fazer esforço demasiado para poder perder o feto ou embrião).


Art. 141.º (aborto agravado), este artigo é muito sádico contra os homens e só apenas atinge maioritariamente os homens, especialmente mesmo sendo pró razoes justificantes e de exclusão de culpabilidade, sendo favorecido por magistradas e em primeiras estancias como negligenciado se for uma advogada como defesa e ou indolente e negligente jurista…


Em caso gerais o crime 152.º crime de maus-tratos também privilegiam as mulheres, especialmente se o homem não fazer queixa de ter sido vitima e não arranjar testemunhas e provas de que foi sujeito a agressão primeira desta e demais hipocrisias feministas, bem como demais formas de maus-tratos, (sendo a morte por maus-tratos de 3 a 10 anos de prisão). Sem morte é de 1 a 5 anos de prisão sendo melhor homicídio de outra forma e sem ligações a cônjuge, ou envenenamento como se tal se tratasse de suicídio…

NOTA: portanto aqueles homens que queiram fazer justiça pelas próprias mãos, devem cometer crime conspiradamente com intuição de dissuadir a culpa para acidente, doença ou para terceiros como se tratasse de consumo de droga (podendo ate injectar droga como overdose depois desta não se poder defender) ou fazerem se não possível de tais formas que não incrimine ninguém arranjar uma suspeita (de preferência mulher) como criminosa pondo provas desta no local do crime de forma acidental e sem nenhuma pista do cônjuge.

Outros artigos que privilegiam consiste no agravamento e consideração de incapacitado fisicamente a quem se encontra grávida como se tal fosse deficiente, agravando a pena, logo se tal acontecer mais vale matar sob crime conspirado (art. 155.º,152.º, 158.º SEQUESTRO)

CRIMES DE CARÁCTER SEXUAL (contra a liberdade sexual), estes crimes apenas coagem o coito, não coagem o sexo oral (minetes ou felações) e anal mediante penetração de língua como é habitual por lésbicas e mulheres.

São geralmente criado de modo a favorecer só as mulheres não sendo adoptado o conceito de tais crimes para apoiar homens vítimas de crimes como:

Coação sexual (163.º muito praticado por mulheres a homens, mas sob formas de violência diferentes, sendo mais psicológica, obrigando a que este faz sexo com esta).

Violação (164.º) sendo mediante violência, ameaça grave ou coação de sentidos de consciência de tal é punido de 3 a 10 anos sendo os homens os mais prejudicados e as mulheres que praticam tal crime sob diversas formas as mais privilegiadas…

Prejudicando a violação sem violência que muitas vezes injustamente é considerada violação sem ser podendo apenas ser abuso sexual ou mesmo apenas assedio sexual, e em alguns caso nem nada porque existe consentimento mutuo, mas são desfavorecidos em razão a de idade se inferior a 16 anos…
Abuso sexual de pessoa incapaz de resistência (art. 165.º) dando 6 a 8 anos de prisão, logo mais vale matar e destruí (corrosivos químicos, combustão e trituração de corpo incinerado, decomposição marinha ou acelerada com preferência a esmagamento de osso mediante viaturas ou pesos compactos) o corpo da vítima seja hipócrita ou não…

Abuso sexual de pessoa internada (art. 166º) dando 1 a 8 anos de prisão, e no caso b) 6 a 5 anos mas para os homens saio sempre mais do que 6 meses geralmente 3 a 5 (principalmente se for magistradas a julgar).

Fraude sexual (art. 167.º) apenas tenta prejudicar homens que fazem coitos como acima mencionado, embora também possa ser feito por mulheres tal crime a gravidade recaem hipocritamente sempre mais para os homens, sendo acusado a 2 anos no máximo…


Procriação artificial não consentida (art. 168.º), algo que nem consentimento do progenitor existe e ate furto ou roubo de esperma a homens existe para tais procriações artificiais algo que também deveria ser considerado crime, da pena de 1 a 8 anos…


Trafico de pessoas (art. 169.º) apenas criminaliza o incremento a prostituição de estrangeiros, o qual deve ser meramente para mulheres que se aproveitam de tal lei, não há duvida que esta lei foi criada por mulheres, especialmente feministas que estimularam e pressionaram sua criação, tal lei da pena de 2 a 8 anos, logo não sejam tontos mas vale homicídio e logo o mais rápido possível assim como tais feministas e tais legisladores deveriam também morrer…

O homicídio é uma grande solução para quem quer se ver livre de crimes, especialmente o homicídio com destruição de provas de corpo e por acidente ou doença…

Lenocínio (art. 170.º), o favorecimento de prostituição é também um dos que, as vezes mais valem os homicídios, principalmente na alínea b) se for usado violência ou de aproveitamento da incapacidade psíquica da vítima ou de alguma situação especial de vulnerabilidade, sendo pena de 1 a 8 anos, logo mais vale homicídio, e de facto porque existe grande indício da hipocrisia feminista na lei e na sua revogação e conceito penal (resultado de anos de trabalho das associações e comissões feministas em deturpar a lei, a igualdade e o bom senso) …

Actos exibicionistas (art. 171.º), considera exibicionismo importunar outra pessoa, praticando actos de carácter exibicionista mas não definindo o exibicionismo, algo que é muito cometido por mulheres mas que só tenta criminalizar os homens, é autêntica hipocrisia do feminismo, principalmente em coagir a estática masculina, em estimular o lesbianismo mediante técnicas de discriminação e de repugnação a anatomia masculina e sua estética…

Outra hipocrisia é os crimes contra a autodeterminação sexual:

O qual as ofensas corporais físicas aos gónadas especialmente os masculinos esta de fora de tal conceito e de gravidade hipocritamente, mesmo devido estes se encontrarem externos ao corpo humanos e logo mais fáceis de atingir do que na anatomia feminina, estando no interior do corpo e logo mais protegidos, seja os ovários o mais importante e a vagina interna e útero, e nenhum homem tenta revogar e criar tal lei como alterar tais leis que são hipócritas e injustas contra os direitos, liberdades e garantias do homens…

Abuso sexual de crianças (pune pornografia, actos com consentimento dos jovens (menos de 14 anos) e crianças, agravando as copulas de 1 e 8 anos para 3 a 10 anos (mais vale homicídio posterior).
Praticar actos de carácter exibicionista perante menor de 14 anos (muito praticado por mulheres mas nunca acusado ou levadas a justiça), apanha 3 anos de prisão, bem como fotografar, gravar, exibir ou ceder tais fotos e filmes, sendo punido se for com intuição lucrativa de 6 a 5 anos de prisão.

O abuso sexual de menores dependentes (art. 173.º), criminaliza hipocritamente e injustamente quem cuidado de menores de 18 anos e de 14 anos que tenham sido confiados de 1 a 8 anos de prisão, com intuição lucrativa a pena é um pouco menor indo ate 6 anos mas mesmo assim mais vale o homicídio…

A línea 3 do art. 172 é muito cometidos pelas progenitoras que tiram fotos aos filhos nus do sexo masculino cedem a terceiros, mas não são acusadas e julgadas…

O art. 174.º, (actos sexuais (apenas coito) com adolescentes defendido que sexo com adolescentes de 14 e 16 anos) são punidos o qual é autêntica hipocrisia e dramatização criminalizar e ate penalizar ate 2 anos de prisão, devendo apenas estar a critério do jovem e ser apenas indemnizado ou mesmo descriminalizado porque o abuso de inexperiência sexual é muito vasto e depende se tal quer ou não, porque não é forçado se não quiser não faz tais actos…

Depois são os actos homossexuais com adolescentes em que houver apenas copula (logo as lésbicas e mulheres estão de fora como sempre), penalizando quem fizer com jovens dos 14 aos 16 anos), sendo também 2 anos de prisão, (felizmente parece que esta lei já foi revogada devido a anticonstitucionalmente mas mesmo assim é anticonstitucional muitas outras mediante a discriminação sexual e omissão de equiparações sexual ao género feminino, deturpação da verdade, e do bom senso, bem como de conceito, alem de irrealidade e de incoerência e gravidade em relação aos homicídios e ofensas graves e sexuais).

O crime de lenocínio e tráfego de menores, art. 176.º (não é equiparado no mesmo artigo que os crimes de lenocínio e tráfego de pessoa que só apenas pró em vista o sexo e não tráfego de mão-de-obra ou escravatura e ou exploração de obra), talvez sendo posto pena e considerado como ainda mais grave e duro que a própria escravatura física laboral (…).

Havendo um agravamento no art. 177.º, (agravação) de 1/3 para os crimes ilícitos e hipócritas de conceito e pena, artigos 163.º, 165.º, 167.º e 176.º, se for familiar, adoptado, tutelado ou curatelado.

Sendo também hipocrisias se o aborto é legal para caso de gravidez indesejada e ilícita criminalizar a violação a favor do feminismo com um terço de agravamento se engravidar (artigos 163.º, 168.º, 172.º a 175.º).

Grande parte destas leis forma criada por influência feminista da CIDM, e de organizações feministas internacionais e comunitárias, bem como da associação de mulheres juristas (magistradas do ministério publico (procuradoras e magistradas judiciais (juízas de direito), bem como mulheres advogadas e docentes de direito (criado pela a CIDM como a maioria das associações feministas em Portugal e homologamente em todo o mundo) e de tráfego de influências destas no sistema político, judicial e legislativo…

Sendo depois a inibição do poder paternal (artigo 179.º) uma das armas consequente da hipocrisia feminista na criação de tais conceitos de crime discriminatórios e de mainstreaming contra sexo masculino, não havendo inibição do poder maternal e não haver conceito equiparado de crime as mulheres, sendo estas privilegiadas hipocritamente, isto é autentica Satânicidade (Satã) e ainda dizem que as mulheres são melhores do que os homens o apenas algumas e mesmo assim em caos raros e extremos a maioria das mulheres são hipócritas, manhosas, fingidoras, mentirosas, difamadoras, interesseiras, estrategas, premeditadoras e conspiradoras.

A todos os homens que queiram o código penal aconselho a fazer descarregar do ficheiro em adobe acrobat do site: http://www.pgdlisboa.pt/pgdl/leis/lei_print_articulado.php?tabela=leis&nartigo=&nid=109&pagina=39&ficha=381&nversao=&tabela=leis


As associações de mulheres empresárias criam medidas que pretendem estimular indirectamente o desemprego do género masculino ou apenas a inserção em trabalhos de baixo estatuto social, económico e demais, com medidas que privilegiam exclusivamente as mulheres em formação e assim tenta “roubar” empregos aos homens em categorias fora da construção civil e demais pesadas como administrativos e demais…
Sendo esta associação uma das estimulantes da CIDM, sendo o braço económico desta explorando os clientes de empresas feministas, associadas as proprietárias do conselho e suas membros desta associação. Estimulando a indignação pela discriminação sexual e a delinquência MASCULINA COMO ALTERNATIVA A SOBREVIVÊNCIA.

Também convém a qualquer homem antes de cometer um crime ver a lei referente a indemnização de vitimas de crimes violentos, e quais os crimes que são considerados violentos, muitas vezes é melhor homicídio colectivo de modo a matar todos os terceiros que possam porventura com a morte de alguém pedir a comissão de indemnização e ao supremo tribunal indemnização devido ter sido vitima indirecta ou directa de crime violento, ver sites correlacionados…
Assim também existe uma comissão de protecção para vítimas de crimes violentos, portanto antes de actuar há que agir eficazmente, para dissuadir e reduzir eventuais retaliações por meio legal…

http://www.CEDAW.org/ (sediada nos estados unidos da América /Treaty for the Rights of Women) este site é uma das piores ONG’S mundial do feminismo e merece ser destruído ou sancionado medidas discriminatórias e contra a igualdade e contra o princípios de tratamento, de liberdade e de reacção que deve ser igual como se fossem para homens...

Uma das hipócritas do feminismo é usar informação e deturpa-la usando medidas que privilegiam falaciosamente, mediante estatísticas falaciosas o referente presentes como exemplo neste site: http://www.ine.pt/PI/genero/Quadro.aspx , refere em percentagem valores que de facto não corrompem a números, ou seja se existir mais mulheres que homens será equiparado a 100% do que os homens e depois a percentagem assim utilizada será usada de modo falacioso para outras estatísticas sejam a nível de empregabilidade, de nascimentos e demais…

A todos os homens que pretendem fazer queixa tem cá sites um site sobre noções de certos crimes que os homens são discriminados (não terem medo se queixarem, os homens são os que menos se queixam, enviarem e pedirem ajuda superiores hierárquicos e demais se negligenciados ou vitimas de crimes sejam consequentes ou não) criados por uma besta de uma advogada jurista chamada Cristina Santos ( www.violencia.online.pt,www.cristinasousasantos.com), lerem se informarem e agirem licitamente ou ilicitamente de acordo com as circunstancias mas se lembrarem serem inteligentes e espertos… caso não serem usarem medicamentos psicoestimulantes como a pemolina (vendido em Espanha) da sempre uma ajuda embora não faça ninguém inteligente, e também nutrirem-se bem, e tomarem concomitantemente fluoxetina com tal medicamento visto provocar nervosismo e ate ser mortífero se exagerado (cuidado), caso não consigam usarem o Ritalina ou Modiodal…

Todos os homens, que forem vítimas de queixas ou devem fazer também queixas, e depois se tais razoes não tiver provas validas ou forem falsas, deve ser exigido indemnização dos gastos e contragimento provocado assim como demais…
Também há que realçar que Portugal não é dos piores países de injustiças e de feminismo hipócrita deixando a frente certos países especialmente a Finlândia que tem umas leis cruéis e injustas, criticando os homens que tiverem relações com prostitutas ilegais ou de tráfego humano (embora o tráfego humano (especialmente para prostituição) seja hipocrisia dentro da Europa e em alguns países, a excepção da sai e demais bem pobres).

Qualquer resposta a este blog favor comentar…
Obrigado.

Any answer to this blog please comment.
Thank you.




joana
</a>
(mailto:juanweb@mail.pt)


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.