De Anónimo a 24 de Maio de 2004 às 22:08
Tens razão. Hoje vive-se a uma velocidade vertiginosa de tal maneira que se o hoje já é amanhã e qualquer dia a palavra hoje deixa de existir. É tudo tão fácil para eles que se não os acompanhamos desde a nascença, nunca mais os apanhamos. A nossa imaginação virou atenção. Bjs amita
(http://brancoepreto.blogs.sapo.pt)
(mailto:amitaf324@hotmail.com)


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.